GuidePedia


O departamento de futebol do Flamengo já começou a trabalhar visando o ano de 2018 e os diretores, junto com a comissão técnica de Reinaldo Rueda, já definiram como prioridade a contratação de um centroavante. Até o momento, o clube estuda as melhores possibilidades e não há conversas avançadas.

A carência no elenco não é um segredo e foi o próprio treinador quem revelou a busca de um camisa 9 para a próxima temporada após o empate em 1 a 1 com o Independiente, na quarta-feira, que deu ao clube argentino o título da Copa Sul-Americana e encerrou o ano do Rubro-Negro da Gávea.

'Faz mais de um mês que estamos nessa avaliação com a diretoria e comissão técnica. Sabemos que é preciso fazer ajustes importantes', afirmou Reinaldo Rueda.

- Não é segredo. Não sei como a questão jurídica (do caso Guerrero, suspenso por doping por um ano) terminará, mas precisamos fortalecer o elenco do Flamengo para nível internacional. Precisamos de um goleador. E, quem sabe, mais duas ou três posições, para termos alternativas em diferentes torneios. Agora, a prioridade é a posição de centroavante - comentou o treinador.

A prioridade estabelecida por Rueda faz sentido. Afinal, o técnico terminou 2017 com apenas um centroavante à disposição no elenco profissional, Felipe Vizeu, e teve que completar o banco com Lincoln - que completará 17 anos neste dia 16 de dezembro - nas últimas partidas do Flamengo na temporada.

Focado em cumprir seu contrato até dezembro de 2018, apesar dos clubes e seleções sul-americanas interessadas em seu nome, o colombiano elencou os desafios e objetivos que terá no comando do Flamengo no próximo ano.

- Temos a Copa do Brasil, Libertadores... (O objetivo é) Fortalecer o time em certas posições, com um trabalho que nos permita chegar bem nesses torneios. Sabemos que temos um grande desafio adiante - avaliou Rueda.

Fonte: Lance

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top