GuidePedia


A um dia do primeiro jogo da final da Copa do Brasil, Reinaldo Rueda ainda não definiu toda a escalação do Flamengo para enfrentar o Cruzeiro, nesta quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Maracanã. As dúvidas são no gol, com Muralha e Thiago disputando a posição, e no ataque, que não tem Paolo Guerrero (suspenso) e Felipe Vizeu (machucado).

- Não tem sido fácil. O Vizeu machucado e a ausência do Paolo. Temos buscado uma alternativa, solução. Tenho conversado com os jogadores depois dos trabalhos em campo e creio que teremos duas possibilidades muito próximas. Vamos esperar hoje para amanhã vocês saberem a escalação - disse o técnico.

Ao mesmo tempo, Rueda explicou que pensa em duas possibilidades: com ou sem centroavante. O atacante Berrío, por exemplo, que costuma atuar pela direita, pode ser centralizado. Everton também foi testado nessa posição.

- Trabalhamos com ou sem centroavante. Pensamos essa situação com o Berrío, que jogou em um ou dois jogos como centroavante no Atlético Nacional. Uma vez entrou como centroavante e na outra virou centroavante durante o jogo. Jogamos a final da Libertadores com o Berrío de centroavante. É outra possibilidade que temos, por suas características. Todos estão muito dispostos: Vinicius, Everton e Orlando (Berrío) - completou o treinador.

Outra dúvida de Rueda é em relação ao goleiro que será titular na partida. Durante a entrevista coletiva desta terça-feira, o colombiano elogiou a postura de Muralha, sobretudo após as críticas recebidas na semana passada por causa da disputa por pênaltis com o Paraná, na Primeira Liga.

- Muralha é um jogador muito maduro, inteligente, equilibrado, e tem assumido sua responsabilidade diante da equipe. Tem sido muito solidário. Creio que tem trabalhado muito bem, não perdeu a alegria. Estamos com essa situação.

Rueda explicou que a questão psicológica pesará em sua decisão:

- Não é uma decisão fácil. É uma decisão que atende vários pontos, sociológicos, psicológicos, da torcida. Por isso, temos de fazer uma análise buscando o melhor para a equipe. A situação não é fácil. Nosso psicólogo está trabalhando com os goleiros - explicou.

Veja outros trechos da entrevista coletiva do técnico do Flamengo:

Mata-mata

São jogos muito intensos, de 180 minutos. Penso que todo jogador do Flamengo está acostumado e está preparados para saber assumir a responsabilidade, com intensidade. É importantíssimo esse primeiro jogo para fazer uma boa diferença. É um rival muito maduro, muito bem estruturado. Tem de ter uma compenetração muito grande, de vários anos de trabalho. Estamos conversando sobre essa situação. Estamos, creio que preparados, para chegar a essa final.

Diferença entre Paquetá e Vinicius Junior

Vinicius é um jogador que fez muitos gols atuando como centroavante na base, mas agora tem atuado mais pelos lados. Paquetá tem características muito especiais, é muito inteligente, muito oportunista no jogo aéreo. São jogadores muito diferentes, mas os dois têm grande vocação ofensiva, juventude, potência física.

Cruzeiro, adversário da final

Cruzeiro é um time muito bem estruturado, com jogadores experimentados e todos conhecem o Mano Menezes. É um time organizado, sabem sair jogando, agressivo, pressiona bastante, tem muita boa disposição. Tem jogadores experientes. Jogadores de grande ofício, uma equipe com bons conceitos. Bem treinada por Mano e por isso estão onde estão.

Postura no primeiro jogo

Vai ser um jogo de inteligência. Vamos fazer um jogo inteligente, com muita ordem, altíssimo nível de agressividade, tem de saber sair jogando, saber ler o jogo com cautela. Vai ser muita intensidade, agressividade, altíssimo grau de concentração.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top