GuidePedia


A falha no gol sofrido diante do Paraná (veja no vídeo abaixo)desencadeou uma nova chuva de críticas ao goleiro Alex Muralha. Desta vez, o turbilhão veio logo às vésperas do primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Diante do momento complicado, o elenco do Flamengo buscou se fortalecer junto ao jogador, que contou com apoio de seus companheiros na última sexta-feira.

Além das manifestações públicas, houve mensagens de confiança no âmbito interno, sobretudo após publicação da capa do jornal ''Extra''. Na quinta-feira, às 21h45 (de Brasília), o Flamengo enfrenta o Cruzeiro, no Maracanã.

Na chamada, a publicação afirmava que passaria a chamar o goleiro somente como Alex Roberto, justificando que as seguidas falhas o fizeram perder direito ao apelido.O presidente Eduardo Bandeira de Mello repudiou em coletiva de imprensa, enquanto ojogador emitiu nota oficial.Internamente, o grupo fez questão de ''abraçar o goleiro'' no trabalho realizado no Ninho do Urubu.

Não houve uma conversa específica ou algum tipo de reunião no CT. Mas os atletas considerados como lideranças do grupo se aproximaram do goleiro para uma conversa de apoio. Muralha ouviu algumas vezes sobre a confiança do grupo nele, sobretudo para a decisão diante do Cruzeiro.

Sob os olhares de Rueda, Alex Muralha treinou normalmente, apesar de chateado. Após o jogo de quarta-feira, o técnico colombiano foi questionado sobre a atuação do goleiro e a possibilidade de utilizar Thiago na final. Ele afirmou que ainda ''irá analisar para tomar a melhor decisão''. Contratado em julho, Diego Alves não pode atuar na Copa do Brasil pois chegou depois do fim do período de inscrições.

Jogadores se mobilizam nas redes sociais

Na volta do time após a eliminação em Cariacica, Éverton Ribeiro foi o único a falar com a imprensa e saiu em defesa de Muralha. Após publicação da capa do ''Extra'', jogadores rubro-negros também usaram as redes sociais para expressar o apoio ao goleiro. Nomes como, Diego, Réver, Juan e Diego Alves compartilharam a mensagem de apoio, ressaltando a união do grupo.

O ano de Muralha tem sido ruim. Após algumas falhas, perdeu a vaga de titular pela primeira vez em junho, quando Zé Ricardo passou a utilizar Thiago. Posteriormente, em julho, o Flamengo contratou Diego Alves.

O GloboEsporte.com tentou contato com o coordenador de psicologia do Flamengo, Fernando Gonçalves, mas o clube não permitiu a conversa em função do momento.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top