GuidePedia


Com seus principais jogadores à disposição na Sul-Americana, Reinaldo Rueda manteve a opção de não colocar Diego e Everton Ribeiro juntos em campo diante da Chapecoense na noite desta quarta-feira.

Everton chegou ao clube em junho e foi escalado inicialmente na ponta direita, posição em que fez sucesso no Cruzeiro bicampeão brasileiro em 2013/14. Após a saída de Zé Ricardo, Rueda passou a utilizá-lo de forma predominante como meia de criação.

Desta forma, vê-lo ao lado de Diego se tornou cada vez mais difícil. No empate em 0 a 0 diante da Chapecoense, pelas oitavas da Sul-Americana, ele voltou a substituir o companheiro nos minutos finais.

Sob o comando de Rueda, Everton Ribeiro e Diego atuaram juntos por pouco mais de 25 minutos. Foi na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-GO, na Arena da Ilha, pelo Brasileirão. Diante dos jogos decisivos da Copa do Brasil, o camisa 35 iniciou o confronto no banco de reservas e substituiu Geuvânio aos 17 do segundo tempo.Também por conta do calendário e dos torneios, os dois não foram titulares em conjunto desde a chegada do treinador.

Berrío ganha vaga na ponta direita

Por mais que mantenha aberta a opção de utilizar a dupla, Reinaldo Rueda vem demonstrando sua preferência por Berrío aberto na ponta. Além do colombiano ser velho conhecido do treinador, pesa também o fato de Everton Ribeiro não estar inscrito na Copa do Brasil. O torneio - com segundo jogo da final com o Cruzeiro no dia 27 - se tornou prioridade para o Rubro-Negro no momento.

Com um esquema com dois volantes e pontas velozes abertos no ataque, ter dois homens atuando na criação acabaria forçando uma variação tática mais profunda.Curiosamente, talvez melhor jogo de Everton Ribeiro com a camisa rubro-negra foi na vitória por 1 a 0, sobre o Vasco, em São Januário. Na ocasião, ele atuou por 90 minutos e criou a jogada do gol, jogando na ponta direita. Diego foi titular na criação.

- Nunca ouvi de nenhum treinador que eu e o Everton não podemos jogar juntos. Ele é um jogador de muita qualidade - disse Diego, após o jogo desta quarta.

Diego tem atuação apagada; Everton quer ''ajudar''

No empate da Arena Condá, Diego teve atuação bem abaixo do esperado. Errou mais do que de costume e não conseguiu encontrar alternativas para o ataque. Everton Ribeiro só entrou aos 42 do segundo tempo. E depois admitiu:

- Lógico que eu gostaria de estar jogando, mas tem a situação da Copa do Brasil. Sempre que precisar estarei à disposição, quero ajudar. Junto com o Diego ou não.
Assim como no jogo diante da Chape, Diego foi titular e substituído nos minutos finais pelo camisa 7 na partida diante Atlético-PR, há pouco mais de duas semanas. No último domingo, foi a vez de Everton Ribeiro iniciar entre os 11 titulares, enquanto o camisa 35 não entrou na derrota sofrida para o Botafogo.

- Eles têm uma disputa boa para o grupo. Quando não for um, é outro, e em ocasiões podem ter os dois juntos - disse Rueda, após o empate na Arena Condá.

O que pensa Rueda?

Em entrevista recente ao SporTV, Reinaldo Rueda também não havia descartado a possibilidade da dupla atuar junto. Em sua análise, o treinador disse que ambos têm sensibilidade similares e que uma atuação em conjunto dependeria das circunstâncias.

- São jogadores que têm a mesma sensibilidade, sabem jogar e se procuram. Eles se complementam. É importante saber em que momento a equipe precisa deles e frente a quais rivais é importante ter os dois ou contra quem qual deles tem alternativa de competir com o outro ou ser o complemento ideal - analisou Rueda, na ocasião.


Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top