GuidePedia


Gil deixou o Corinthians em 2016, após passagem vitoriosa que durou três temporadas. Pouco mais de um ano e meio longe do time paulista, o zagueiro ainda nutre grande carinho pelo clube. O jogador, que defende o Shandong Luneng, da China, conversou com a Gazeta Esportiva e comentou sobre seu atual momento no país asiático e sua paixão por seu ex-time.

“É um clube que tenho grande carinho, assim como todos pelos quais passei na minha carreira. Cada um tem seu destaque e sua história na minha vida. O Corinthians, por ter sido o último e o que mais defendi, é especial. Tenho grandes amigos lá e, sempre que posso, procuro visitar. É sempre bom encontrar o pessoal, afinal de contas, foram três anos juntos. Procuro acompanhar também. Apesar do fuso, a gente dá um jeito de estar de olho e torcer pelos amigos”, relatou o jogador.

No início do ano, Gil, que é natural de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, retornou ao Brasil para passar férias com a família e visitou o Centro de Treinamentos do Timão. O reencontro com os companheiros reacendeu a vontade dos torcedores de ver o jogador com a camisa alvinegra.

Rumores de uma possível volta de Gil ao futebol brasileiro, hoje como um jogador já consagrado, também movimentou o mercado de transferências no início do ano. Flamengo e Corinthians surgiram como potenciais interessados no futebol do zagueiro, que negou que tenha recebido “algo concreto”.

“Ainda tenho contrato até o fim de 2019 com o Shandong e nisso que tenho que pensar. Se chegar algo bom para mim e para o clube, vamos estudar as possibilidades. Mas não teve nada de concreto desde que cheguei aqui. Então, cabe a mim trabalhar e fazer o meu melhor aqui”, afirmou Gil.

A equipe do zagueiro vive bom momento. Após um ano sem grandes resultados em 2016, o clube segue brigando pelas primeiras posições do campeonato local, e atualmente é o quarto colocado. Gil, que já realizou XX partidas pelos chineses, avalia sua passagem pela Ásia como satisfatória.

“Essa temporada está sendo muito boa para nós. Temos conseguido nos manter nas primeiras colocações, jogando de igual para igual com todas as equipes, e isso tem sido muito bom. É sempre difícil enfrentar os primeiros colocados, que quase sempre são os mesmos por aqui, mas fizemos grandes jogos contra eles e temos mantido um bom nível de atuação”, disse.

Quando Gil deixou o Corinthians, Fábio Carille, atual técnico da equipe, ainda era auxiliar técnico de Tite. Hoje, o ex-auxiliar é o atual campeão paulista e líder do Brasileirão com campanha histórica, sem ter perdido nenhuma partida no primeiro turno da competição.

O estilo de Carille é elogiado por Gil, com quem possui uma boa relação. “Uma relação muito boa. É um grande profissional, trabalhador, e que sempre ajudou e esteve preocupado com todos. Os resultados mostram a qualidade dele e de toda a comissão técnica. É preciso ressaltar o trabalho de todos. Já conquistaram o Campeonato Paulista e agora com chances boas do Brasileiro”, finalizou o defensor.

Fonte: Fox Sports

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top