GuidePedia


Horas após a demissão de Zé Ricardo do cargo de técnico do Flamengo, vários nomes passaram a ganhar força nos corredores da Gávea. Além de Roger Machado, que foi o comandante do Atlético-MG até meados desta temporada, quem passou a figurar na lista do Rubro-Negro foi Reinaldo Rueda, que deixou o Atlético Nacional (COL). E de acordo com informações do FOX Sports Rádio Colômbia, o comandante está muito perto de ser anunciado na Gávea.

O veículo diz que Reinaldo Rueda colocou até mesmo uma condição para assumir o clube nesta sequência de temporada: uma cláusula que o permite deixar o Rio de Janeiro em caso de proposta da seleção colombiana, sonho de consumo do técnico para o futuro.

Mas quem é Reinaldo Rueda? 

Aos 60 anos, Reinaldo Rueda é um dos nomes mais fortes entre treinados da América do Sul, mas consolidou seu trabalho em clubes com o título da Libertadores de 2016, com o Atlético Nacional (COL), comandando jogadores que ganharam projeção e que acabaram se transferindo para o futebol brasileiro, como Orlando Berrío (Flamengo), Jonathan Copete (Santos), Alejandro Guerra e Miguel Borja (Palmeiras).

A carreira do treinador começou em 1994, à frente do modesto Cortuluá (COL), com passagens ainda por Deportivo Cali (COL) e Independiente Medellín (COL). 

Rueda, o 'Senhor Eliminatórias'

Mesmo negociando com o Flamengo, Reinaldo Rueda deixou a todo momento claro o desejo de dirigir a seleção colombiana no futuro. Esta, entretanto, seria a segunda passagem do treinador pela equipe nacional. Após comandar equipes de base, Rueda chegou ao time principal durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2006. A vaga não veio, mas a campanha do treinador, que pegou os colombianos na lanterna e encerrou a competição na sexta colocação, chamou a atenção. 

Mas foi o trabalho seguinte de Reinando Rueda que colocou o treinador de vez entre os nomes de elite do Continente. Em 2006, o técnico aceitou o desafio de classificar novamente a seleção de Honduras para uma Copa do Mundo, fato que conseguiu. A vaga para o Mundial de 2010, na África do Sul, encerrou um período de 28 anos sem disputar a principal competição de seleções para os hondurenhos.

Após a Copa do Mundo de 2010, Rueda assumiu o comando da seleção equatoriana, e garantiu mais uma equipe em um Mundial, deixando o Equador na quarta posição, à frente do badalado Uruguai. 

Furacão no Atlético Nacional

Após os trabalhos à frente de seleções, Reinaldo Rueda voltou a trabalhar em clubes ao assumir o comando do Atlético Nacional (COL), no cargo deixado por Juan Carlos Osório, que deixou a Colômbia para assumir o São Paulo. À frente dos Verdolagas, o treinador conquistou quase tudo o que disputou: Campeonato Colombiano (Clausura de 2015 e Apertura de 2017), Copa Colômbia (2016), Superliga Colombiana (2016), Libertadores (2016) e Recopa Sul-Americana (2017).

A ‘mancha’ no currículo de Rueda à frente da equipe se deu justamente após todo o sucesso conquistado. No Mundial de Clubes, acabou superado por 3 a 0 pelo Kashima Antlers (JAP), ficando fora da tão esperada final diante do Real Madrid. Em 2017, a passagem do treinador pelo clube teve fim após o time cair ainda na fase de grupos da Libertadores, em chave que ainda contava com Barcelona de Guayaquil (EQU), Estudiantes (ARG) e Botafogo.

Quase acertou com o Corinthians

Ainda durante a disputa do Mundial de Clubes, em dezembro, Reinado Rueda esteve muito perto de acertar com o Corinthians para comandar o time nesta temporada. O empecilho se deu justamente pelo problema de saúde atravessado pelo técnico. Com um problema de quadril, o treinador precisou passar por um processo cirúrgico, que deixou o técnico fora dos trabalhos à beira do gramado por cerca de quatro meses. 

Fonte: Fox Sports

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top