GuidePedia


Reinaldo Rueda finalmente ‘vestiu as cores’ do Flamengo. Anunciado durante o dia, o comandante foi apresentado oficialmente no final da tarde e chegou se dizendo contra assumir um trabalho no meio, mas já fez uma ‘média’ com a torcida rubro-negra ao explicar o porquê de ter dito ‘sim’ ao clube.

“Há a dificuldade de assumir um projeto já iniciado. Havia recebido outras ofertas de outros lugares, inclusive, na Colômbia, e que eu rejeitei pois sabia que assumir um projeto começado não é fácil. Mas penso que uma oportunidade como essa, do Flamengo, não é todo dia. Vamos assumir sabendo que temos metas imediatas e metas a médio prazo e vamos apostar no êxito”, disse.

O colombiano se mostrou bastante consciente da situação do time, cobrado para ter resultados imediatos. E também disse saber da ‘falta de paciência’ tanto do Flamengo como de outros clubes do futebol sul-americano com treinadores que não consigam resultados imediatos.

“No futebol não há paciência, ainda mais na América do Sul. Somos muitos emotivos, ainda mais com uma equipe grande. Sabemos que precisamos entregar algo em médio prazo e estamos seguros que teremos o respaldo da diretoria e torcida. Porém, temos consciência que precisamos entregar dentro de campo para responder este apoio”, disse.

A estreia do comandante deve ser já na quarta-feira, diante do Botafogo pela semifinal da Copa do Brasil. O mais curioso é que, entre todos os times possíveis, o arquirrival talvez fosse um dos mais conhecidos de Rueda, que enfrentou o Bota com o Atlético Nacional na Libertadores deste ano.

“São situações da vida e do futebol. Creio que enfrentaremos um Botafogo forte, em bom momento. Chapecoense também enfrentei recentemente. Temos conhecimento de perto. Espero que sirva para fazer a diferença e cumprir com as metas que queremos”, finalizou.




Fonte: ESPN

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top