GuidePedia


Rômulo chegou ao Flamengo no início do ano com status de titular. Volante de rara qualidade, ele sofreu com problemas físicos na adaptação ao Rubro-negro e acabou renegado pelo técnico Zé Ricardo. O colombiano Reinaldo Rueda assumiu o cargo e o jogador segue a busca por espaço com respeito aos companheiros. O incômodo com a reserva existe, mas o camisa 27 não abre mão do melhor para o clube da Gávea em um momento de definição na temporada.

Com 21 jogos pelo Flamengo e um gol marcado, Romulo vê as finais da Copa do Brasil, contra o Cruzeiro, dias 7 e 27 de setembro, como a hora da verdade para resolver 2017.

"Acho que serão os dois jogos do ano. É um campeonato que nos dá a vaga na Libertadores. Não tem como não pensar. No começo do ano, criticaram muito a nossa equipe por ter um elenco qualificado e sair cedo na Libertadores. Mantivemos o foco e teremos jogos decisivos em setembro. Precisamos de todo o grupo".

Romulo não teve problemas em falar sobre a situação que vive no Flamengo durante a entrevista coletiva desta segunda-feira (28). O volante abordou com naturalidade a busca por uma posição entre os titulares. Atualmente, a dupla de volantes de Reinaldo Rueda é formada por Cuéllar e Willian Arão.

"Se eu falar que não me incomodo, estarei mentindo. Trabalho todos os dias para jogar. Mas respeito os meus companheiros e espero dar o recado dentro de campo se tiver oportunidades", disse.

"Estava bem e comecei jogando. Tive o problema de lesão e o time encaixou. Mas sempre trabalho para dar a minha contribuição ao Flamengo", completou.

E Romulo terá a oportunidade de contribuir mais uma vez na quarta-feira (30). Com uma espécie de time misto, o Flamengo enfrenta o Paraná, às 21h45 (de Brasília), em Cariacica, pelas quartas de final da Primeira Liga.

Fonte: Uol

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top