GuidePedia


A diretoria do Flamengo questionou bastante a arbitragem de Anderson Daronco no empate sem gols contra o Botafogo apontando dois erros: a ausência de uma expulsão de Rodrigo Pimpão após uma entrada em Berrío e o cartão vermelho dado ao goleiro Alex Muralha, na partida de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Eduardo Bandeira de Mello, presidente do Flamengo, chegou a ironizar o protesto prévio feito pelo presidente do Botafogo Carlos Eduardo Pereira. "Parece que deu certo".

O diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano também lamentou a arbitragem no Estádio Nilton Santos. "Outro fato que chamou atenção foi a entrada no nosso atacante Berrío. Entendo que foi muito fora do normal. Poderia ser punido com a regra do jogo", disse, se referindo a uma eventual expulsão que poderia ter sofrido o botafoguense.

Caetano também lamentou o cartão vermelho dado a Alex Muralha, após dividida pelo alto com o zagueiro alvinegro Joel Carli. "Ninguém entendeu o vermelho daquele jeito."

Racismo

Sobre os protestos racistas sofridos pela família do atacante Vinicius Junior pela torcida do Botafogo, Bandeira cobrou as autoridades responsáveis. "A Justiça é quem tem que apurar".

Fonte: Uol

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top