GuidePedia


Futuro reforço do Real Madrid, Vinicius Junior voltou a ser destaque na imprensa espanhola depois de marcar seus dois primeiros gols no Campeonato Brasileiro pelo Flamengo. O “Marca”, jornal de Madri, entrevistou o empresário do jovem, que comparou a situação do time rubro-negro com a de rivais.

Segundo Frederico Pena, o atacante “é vítima de seu próprio sucesso”, já que sua venda por 45 milhões de euros (R$ 164 milhões) ajudou a reforçar o Flamengo, de certa forma, lhe tirando espaço.

“Não é normal no Brasil que um garoto de 16 ou 17 anos jogue sempre em sua primeira temporada. Todos os grandes começaram depois. Quando ele jogou, foi porque não havia veteranos em sua posição. Com o dinheiro que ganhou por sua venda, o Flamengo contratou dois jogadores de sua posição. Pode-se dizer que (Vinicius) foi vítima de seu próprio sucesso”, disse o empresário.

Pena comparou a situação de Vinicius Jr. no atual Flamengo com a do Santos na época de Neymar e afirmou também que, se jogasse em Fluminense ou Botafogo, o jovem já seria destaque.

“O Santos usava (Neymar) não porque era o melhor. Se tivesse tido 20 milhões de euros para contratar jogadores consagrados, não teria jogado. Se Vinicius jogasse no Fluminense ou no Botafogo, já seria o melhor da equipe”, opinou o empresário.

“O (Real) Madrid pagou 45 milhões (de euros) não pelo que (Vinicius) é hoje e sim pelo que será no futuro. As pessoas esperam que faça algo que ninguém fez, nem Neymar, nem Ronaldo, nem Cristiano, nem Messi... Não é um extraterrestre. Com 17 anos, nem (o atacante de 21 anos do Real Marco) Asensio jogava o que Vinicius joga hoje”, acrescentou.

Na entrevista ao jornal espanhol, o agente também citou os recentes protestos da torcida do Flamengo, no desembarque do time após derrota para o Santos, para falar da relação do brasileiro com o futebol.

“Não pode nem sair na rua. Se (o time) perde, a torcida está no aeroporto para insultar. A importância que se dá ao futebol no Brasil é de vida ou morte”, encerrou.




Fonte: Espn

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top