GuidePedia


Depois do último trabalho realizado no Rio de Janeiro como preparação para a partida da Primeira Liga, nesta quarta-feira, diante do Paraná, o goleiro Diego Alves analisou o confronto que seus companheiro terão no Espírito Santo, comentou sobre sua adaptação ao futebol brasileiro, o trabalho realizado pelo treinador Reinaldo Rueda e a situação de Conca, que não está atuando com a camisa do Flamengo.

Primeiramente falou sobre sua adaptação ao futebol nacional.

“Me encontro muito melhor do que quando cheguei depois de dez anos jogando um futebol um pouco diferente. É normal esse tempo de adaptação. Nesses meses em que estou aqui, consegui adquirir a parte física, me adaptar ao estilo de jogo e aos jogadores. É um processo que pode demorar um pouco mais ou um pouco menos, mas é normal”.

Depois deu suas impressões sobre o trabalho do colombiano Reinaldo Rueda.

“A partir do momento que você começa a ganhar jogos, a confiança aumenta. Acho que o Rueda fez com que o time ganhasse mais consistência. Quando jogamos mais adiantados, conseguimos pressionar bastante e quando recuamos, conseguimos fechar os espaços na parte defensiva. O que o Rueda faz é manter o time compacto de uma maneira adiantada ou defensiva”.

Também defendeu o argentino Conca, que chegou a cobrar Zé Ricardo, antecessor de Rueda, para jogar.

“Ele é um jogador muito profissional. Teve uma lesão séria no joelho, vem se recuperando. É um atleta que nunca está de cara feia e está sempre ajudando. Ver que o Conca pode participar do jogo mostra que todo esforço que ele fez foi válido”.

Por fim, avaliou a disputa da Primeira Liga.

“Nós encaramos essa competição com muita seriedade. Ninguém gosta de perder, de se acomodar. Todos os jogadores que têm a oportunidade de jogar nessas partidas terão a chance de aparecer e mostrar que podem vestir a camisa do Flamengo. O Alex e o Thiago sempre que entraram, corresponderam”.

Fonte: Espn

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top