GuidePedia


Antes mesmo dos episódios de violência registrados no último sábado, Zé Ricardo defendeu que Vasco x Flamengo deveria acontecer no Maracanã. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o técnico rubro-negro manteve a posição e subiu o tom das críticas aos custos para jogar no estádio histórico.


“Acho que Flamengo x Vasco, falei na sexta-feira e continuo com a opinião - assim como Flamengo x Fluminense, Vasco x Botafogo -, tem que ser no Maracanã. Infelizmente também, o Maracanã cobrando o que está cobrando para jogar e para abrir em um estádio que foi gasto R$ 1 bilhão em reformas, dinheiro público, e, quando a gente precisa utilizar, há uma cobrança exagerada”, disse.

“Então também, me colocando na situação dos presidentes dos clubes, me vejo numa encruzilhada. O Maracanã para dar lucro tem que colocar 50 mil pessoas? Inacreditável... O Maracanã é nosso, de todos nós”, acrescentou o treinador, antes de falar especificamente sobre o estádio do Vasco.

“Acho legítimo o direito de o Vasco jogar em São Januário os jogos deles, assim como o estádio de outras equipes. As questões maiores, não tenho como comentar, o fato é que temos que jogar. E nós temos que ter segurança, atletas torcida.... O futebol é uma mercadoria poderosíssima. Toda vez que há agressões desse tipo todos nos perdemos, não há vencedores ou vencidos”, completou Zé Ricardo.

Sobre o que viu em São Januário, o técnico avalia que o problema vai além do futebol. “Acompanhei lá no campo, fui o primeiro a sair, antes de estourarem as primeiras bombas. Depois tentei voltar, mas o pessoal da segurança pediu para que eu não retornasse. Muito mais que um briga pós-jogo, é uma questão mais profunda. Eu que sou professor tenho certeza absoluta que isso vai ao encontro do que a gente pensa de educação. O que aconteceu sábado tem muito a ver com a falta de investimento na educação pública.”

“Não esperava acontecer aquilo tudo naquela proporção, era uma partida de futebol. A gente vê que é difícil segurar uma multidão. Esperamos a punição dos responsáveis, já que uma das coisas que colabora para que isso não acabe é a falta de punição”, encerrou Zé Ricardo.

Nesta segunda, após a confusão generalizada, que acabou com a morte de um torcedor, o STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) interditou São Januário por tempo indeterminado até que uma nova vistoria seja realizada. A CBF também tomou decisão e vetou presença de público no estádio.

Fonte: Espn

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top