GuidePedia


Dono de uma das grandes atuações rubro-negras na vitória por 1 a 0 diante do Vasco da Gama, Rafael Vaz compareceu à Sala de Imprensa Victorino Chermont, no Ninho do Urubu, onde falou aos jornalistas presentes. O zagueiro comentou sobre a chance recebida diante do ex-clube, no entanto lamentou as circunstâncias pelas quais recebeu a vaga, tendo em vista o problema estomacal que o capitão Réver teve durante o aquecimento.
No decorrer da conversa, Vaz celebrou a grande atuação do setor defensivo na partida, conseguindo manter o nível mesmo com duas trocas de parceria na zaga central durante os 90 minutos. O panorama do Mais Querido para o restante do Campeonato Brasileiro também foi projetado pelo atleta, ressaltando um mantra que vem sendo repetido diariamente em busca do objetivo maior, que é o título: "o Flamengo tem que ir jogo a jogo".

Veja os principais trechos:

Oportunidade no clássico
Estou sempre com o Réver, concentramos juntos. Sabia mais ou menos o que iria acontecer, mas foi durante o aquecimento que ele comunicou à comissão que não conseguiria jogar. Foi ali que soube que poderia jogar onde tanto queria.

Réver fora contra o Vasco
É até chato, porque não posso ficar feliz. É claro que todo jogador quer jogar, mas é triste ver que um companheiro não pode atuar por estar doente ou machucado. Também foi interessante ver o Rômulo, que não é zagueiro, mas tem qualidade para jogar na posição quando for preciso.

Partida diante do Grêmio
Acho que todo jogo é importante, mas é claro que pela tabela, pela situação e pela sequência de jogos que teremos pela frente, será de grande importância conquistar uma vitória na quinta-feira.

Enfrentar a ex-equipe
Não é que eu acredite em destino. Deus faz tudo certo. Era para acontecer, era para eu jogar lá. Todo jogador gosta de atuar contra seu ex-clube e, por tudo que passei lá, queria estar dentro de campo. Queria atuar para entrar para a história, pois são poucos os jogadores que puderam atuar dos dois lados.

Queda de rendimento
O professor conversou muito comigo. Tenho que saber que na minha função temos grandes jogadores. Ao invés de ficar chateado, procurei trabalhar mais, pois apenas vestir a camisa do Flamengo já é um privilégio. A disputa está muito qualificada.

Bom momento
Estou muito feliz. Minha obrigação aqui é ajudar sempre. Quando o professor precisar, necessito estar pronto. Trabalho no dia a dia para ganhar a confiança dele e, caso tenha a oportunidade de jogar na quinta-feira, espero entrar em campo e ajudar meus companheiros.

Busca pela liderança
Tudo é possível. Podemos contar com os números, mas acho que o Flamengo tem que ir jogo a jogo. Nosso lema é esse. Precisamos pensar primeiro no grêmio. Tenho certeza que será um grande jogo e vamos lutar para deixar o Flamengo no lugar ao qual ele pertence, que é brigando por títulos.

Folga após vitória no clássico
Fui viajar com a minha família. O melhor momento para comemorar é estar ao lado deles. Viajei com minha esposa, minha filha, e pude comemorar ao lado dos meus pais.
Fonte: Flamengo Oficial

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top