GuidePedia


Quando a bola rolar para Flamengo e Botafogo, neste domingo, às 11h, o Raulino de Oliveira abrigará um confronto de técnicos jovens que passam por situações curiosas em seus respectivos clubes. Após assumirem os comandos das equipes no meio de 2016, Zé Ricardo e Jair Ventura se firmaram e tiveram boas campanhas mas, mesmo com o comandante rubro-negro já tendo um Carioca no currículo, o técnico botafoguense tem muito mais crédito.

Zé Ricardo tem 71 jogos desde que assumiu o Flamengo. Traz 40 vitórias, 19 empates e 12 derrotas à frente da equipe. Enquanto isto, Jair Ventura soma 52 jogos, 28 vitórias, oito empates e 16 derrotas.

Aos olhos do comentarista do Esporte Interativo, Mauro Beting, a pressão sobre Zé Ricardo tem muito a ver com o que se espera do Flamengo para 2017. 

- A pressão sobre Zé Ricardo é maior pela expectativa em torno do Flamengo nos últimos tempos. Pelo tamanho do elenco, pelo tamanho da equipe, o Rubro-Negro tem sido visto como a equipe que disputaria o título em todas as competições. Enquanto isto, Jair Ventura assumiu um Botafogo que lutava contra o rebaixamento, no qual poucos apostavam, foi para cima e surpreendentemente se virou muito bem, levando a equipe a uma Copa Libertadores.

Beting exalta a maneira como cada um soube lidar com a característica dos respectivos elencos que têm a mão:

- Embora sejam jovens e com ideias distintas, Zé Ricardo e Jair Ventura souberam se adequar para a maneira como está cada equipe. Zé costuma optar por um Flamengo mais ofensivo, enquanto Jair, pelas limitações do elenco, opta pela formação mais conservadora. 

Aos olhos de Alvaro Oliveira Filho, comentarista da CBN, Zé Ricardo é pressionado por um elenco que ele não teve por inteiro à disposição. Em relação ao Botafogo, a superação é exaltada:

- O Flamengo entrou com uma expectativa muito alta no ano, ganhou o Carioca, foi eliminado da Libertadores, mas Zé Ricardo nunca teve o elenco valorizado da equipe à disposição. Diego está machucado, Conca ainda não jogou, Ederson está machucado. Do lado do Botafogo, era uma equipe que ano passado lutava contra o rebaixamento, mas se superou e soube conseguir uma vaga na Libertadores. 

Editor e blogueiro do LANCE!, Eduardo Mansell vê Jair Ventura com uma leve vantagem sobre o técnico adversário de domingo:

- O controle do elenco no meu entender é a principal vantagem de Jair Ventura em relação a Zé Ricardo. O torcedor do Botafogo parece confiar plenamente em seu treinador porque entende que ele consegue tirar leite de pedra. Já Zé Ricardo tem um elenco muito mais caro e qualificado. Mas não conseguiu transformar isso em coisas boas, pelo menos não no nível de satisfação esperado pelos flamenguistas. A eliminação na Libertadores jamais seria amenizada por uma conquista estadual.

Resta saber quem sairá vencedor neste novo embate entre Zé Ricardo e Jair Ventura.

Fonte: Lance

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top