GuidePedia


A camisa 7 do Flamengo tem novo dono: Éverton Ribeiro.

Depois de uma conversa que se arrastou por meses, envolveu ida de comitiva a Dubai e pagamento de 6 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) por 100% dos direitos econômicos, o meio-campo de 28 anos, enfim, foi apresentado pelo rubro-negro carioca nesta terça-feira. Em fim de temporada com o seu ex-clube, Al Ahli-EAU, ele ficará à disposição a partir de sexta.

O ex-cruzeirense sonha com a Copa do Mundo de 2018, mas deixou claro o que esteve por trás de sua decisão.

"Como falei, era um sonho jogar aqui. Com certeza, a seleção é um objetivo. Mas o que me fez querer foi o próprio Flamengo", afirmou, acrescentando mais adiante sobre os seus planos.

"Obrigação é o Fla sempre brigar por títulos. Pela grandeza, jogadores e estrutura que tem. Temos chances. Estamos há um tempo apalavrados, acompanhando e torcendo. Cada jogo é importante, Brasileiro praticamente todo jogo é uma final, desde o primeiro ao último. É ir somando pontos, e no final se decide. Tentar dar arrancada no final", prosseguiu.

"Se Deus quiser, seremos campeões", completou.

Segundo Éverton Ribeiro, o acordo com o Fla havia sido alinhado "há bastante tempo".

"Houve outros clubes, não cabe a mim ficar citando outros clubes, mas o mais importante é que o Flamengo me procurou. Já tínhamos um acordo há bastante tempo. Só estava ansioso porque não podia anunciar. Hoje é um dia muito feliz da minha história, fico feliz de fazer parte da nação rubro-negra", disse.

O reforço rubro-negro não se mostrou preocupado com a concorrência de Diego, Conca, Ederson e outros no meio-campo. "É com o professor (Zé Ricardo). Vai ter uma boa dor de cabeça. Eu, com essa disputa, vou crescer muito".

Presente ao lado de Ribeiro e do diretor Rodrigo Caetano, o presidente Eduardo Bandeira de Mello esclareceu que o negócio foi viabilizado pelo sócio-torcedor e não passou pela venda da promessa Vinícius Júnior por 45 milhões de euros ao Real Madrid.

"Isso pode até parecer que tem uma coisa a ver com a outra, mas o nosso contato com o Everton Ribeiro já vem de alguns meses, muito antes de começar a se falar em negociação do Vinicius. É um venho sonho da torcida e do nosso sócio-torcedor, que acabou viabilizando a negociação", explicou Bandeira.

Na última segunda-feira, o ESPN.com.br informou que o meia de 1,74m havia acertado sua rescisão com o Al Ahli-EAU e estava vindo atuar no Brasil. O time carioca havia alinhado o acerto meses antes e enviou o diretor Rodrigo Caetano e o médico Márcio Tannure ao Oriente Médio para sacramentá-lo.

Em dois anos e meio nos Emirados, Everton Ribeiro conquistou cinco títulos, fez 26 gols e distribuiu 25 assistências em 102 jogos.

Revelado pelo Corinthians como lateral esquerdo, o jogador passou por empréstimo ao São Caetano, antes de brilhar pelo Coritiba, no qual passaria a ser um meia de destaque. No time alviverde, foi bicampeão estadual e duas vezes vice da Copa do Brasil em 2011 e 2012.

Posteriormente, viraria um dos principais nomes do futebol brasileiro no Cruzeiro, com o qual foi bicampeão brasileiro em 2013 e 2014, tendo inclusive alcançado a seleção brasileira.

Fonte: Espn

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top