GuidePedia


Rusgas nos bastidores à parte, o gramado de Volta Redonda, palco do empate em 0 a 0 entre Flamengo e Botafogo, não agradou aos jogadores de nenhuma das duas equipes. Se os atletas saíram reclamando, porém, o delegado da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) não viu problemas no campo.

Em seu relatório, publicado no site oficial da CBF, Marcos Vinicio de Abreu Trindade marcou como normais todas as questões relativas ao gramado, que incluem o "nivelamento do piso" e a "estética". Ao todo, são oito itens que se referem ao campo, todos assinalados com "ok" pelo delegado.

Além de avaliar o nivelamento do piso e a estética, são funções do delegado, em relação ao campo, identificar o responsável pelo gramado, conferir o cronograma de irrigação, checar a marcação das linhas, checar a fixação das traves, checar a instalação das redes e checar as bandeiras de escanteio.
No domingo, principalmente os jogadores do Flamengo saíram bem insatisfeitos com o gramado de Volta Redonda. O lado botafoguense evitou as críticas diretas, lembrando que o mando era rubro-negro, mas Bruno Silva foi um dos que reconheceu que "o campo não estava em condições".

"Não tivemos nenhuma condição de trabalhar como profissionais hoje. Gramado em péssimas condições, que facilita lesão. Fico triste pelos jogadores do Botafogo porque acredito que eles também queriam um gramado melhor. É algo para se repensar. Espero que nós não voltemos a jogar num gramado assim porque prejudica muito", disse o meia Diego, do Flamengo.

"Um clássico como Flamengo e Botafogo, com todo respeito ao pessoal de Volta Redonda, é lamentável jogar num campo desse. Fica meu conforto ao Airton, mas que esses clássicos possam ter sabor diferente. Com espetáculo melhor", concordou o zagueiro Réver.

Dois botafoguenses, o volante Airton e o lateral-esquerdo Victor Luis, saíram lesionados do clássico, mas a equipe alvinegra evitou as críticas ao gramado, lembrando a polêmica que envolveu a escolha do estádio para o jogo - o Flamengo queria mandar a partida na Ilha do Governador.

"O mando de campo é deles e estão reclamando? Acho que o campo realmente não estava em condições boas de jogar, mas eles que escolheram jogar aqui e não temos nada a ver com isso. Mas não atrapalhou. Conseguimos jogar e não tem que arrumar desculpa de campo, não", afirmou Bruno Silva.

Fonte: Espn

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top