GuidePedia


O Flamengo entra em campo hoje para fazer o primeiro jogo das quartas de final contra o Santos, na Ilha do Urubu. O Mengão estará desfalcado dos últimos reforços, o prazo de inscrição na Copa do Brasil foi até o dia 24 de abril. Com pesar informo que não teremos Geuvânio nem no 2º jogo diante do Santos.

No início da semana repercutiu a declaração do Bruno Henrique (?) o atacante comentou o rendimento do Flamengo “O treinador do Flamengo não conseguiu posicionar a equipe com o elenco que têm”. Se eu fosse o Zé Ricardo, não deixaria barato. Colocaria a dupla Márcio Araújo e William Arão na reserva e entraria para vencer e não só vencer. Vencer jogando bonito. 

Particularmente, acho interessante quando jogadores ou pessoas ligadas a outros clubes se manifestam de forma negativa sobre o Flamengo. Na véspera de uma partida então... quem não lembra da declaração do Walter falando que ia “deitar e rolar” no jogo da semifinal da Copa do Brasil de 2013?


Voltando para o jogo de hoje, a última partida da Copa do Brasil 2017 foi aquela contra o Atlético-GO lá no Serra Dourada. Em resumo, fomos classificados jogando um futebolzinho bem mais ou menos, é esperado que hoje o Flamengo apresente um futebol mais convincente.

Para sanidade rubro-negra e para acalmar os torcedores divididos entre #FicaZé e #ForaZé precisamos de uma regularidade. O que é esperado para unir geral é ver o time engatando a marcha e indo embora sem tomar conhecimento do adversário. Já estamos quase chegando em julho, é hora de nos livrarmos de vez do fantasma da eliminação, pensar grande manter o planejamento para estarmos sempre no topo. Não importa qual seja a competição.

Sem esse papo de pensar pequeno ou de cansaço, não podemos aceitar discursos como o do Márcio Araújo na eliminação da Sul-Americana no ano passado. Queremos ganhar tudo, nada de descanso ou poupar energias. O Flamengo está em dívida com a torcida e cobraremos até que seja pago.

O ponto positivo é que esse ano temos uma casa no Rio, ano passado o time transitou muito e os jogadores reclamaram bastante do cansaço. Mas, precisamos falar sobre a “nossa casa”. Os ingressos estão caros, a política está excludente e a diretoria DEVE mudar essa situação. Na partida de hoje, o menor valor para o público geral foram os do setor norte que custaram R$ 75 reais a meia e o mais caro chegou a R$ 100 reais no setor oeste. Para os sócios-torcedores o mais barato foi de R$ 45 reais também no setor norte, esse valor exclusivo para sócios dos planos raça e superiores. É válido lembrar que os sócios-torcedores já desembolsam taxas mensais para manter o plano ativo, ou seja, está caro para todo mundo.

Os ingressos para o jogo de domingo contra o São Paulo também já estão disponíveis para compra. Os valores chegam até R$ 360 reais para o público geral. É bem verdade que no Rio e em outros estados que o Flamengo joga como mandante não se cumpre de forma rigorosa a lei da meia-entrada. Mas, mesmo assim está caro. O público sem condições financeiras para arcar com esses valores se distanciará do estádio e isso não é Flamengo. Respeitem o maior patrimônio do Clube, a torcida, e abaixem esses valores o Flamengo é do povão! 

Por fim, já adianto a prece a São Judas Tadeu, evite a lei do ex contra nós. Se necessitar a utilização, que seja do Diego metendo golaço e comemorando sem dó nem piedade. E vamos para cima deles em busca do TETRA! 

Por: Jaqueliny Sampaio

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top