GuidePedia


A disputa pela reserva de Paolo Guerrero - que ainda fica de fora contra o Avaí e diante da Ponte Preta - tem primeiro capítulo nesta quarta-feira, às 21h45, na Ilha do Retiro, na capital pernambucana, contra o Sport. Com a preferência recente de Zé Ricardo por Leandro Damião, o reserva imediato do peruano tenta garantir tranquilidade na posição apesar da sombra de Felipe Vizeu. O jogador prata da casa do Flamengo tem média de gols superior ao atacante emprestado pelo Santos, que teve recentemente o contrato prorrogado.

Damião tem 32 jogos pelo Flamengo - metade deles como titular - e oito gols com a camisa rubro-negra. A média é de 0,25 gol por jogo. Vizeu fez 36 partidas - metade delas também saindo jogando - e 10 gols como profissional.

O jogador prata da casa pouco tem sido aproveitado nesta temporada. Neste ano, fez quatro jogos como titular (do total de 16 oportunidades em que saiu jogando pelo Fla) e entrou oito vezes como reserva. A última aparição de Vizeu foram nos 15 minutos finais da partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil contra o Atlético-GO. Nem ele nem Damião, a quem substituiu, conseguiram tirar o zero do placar no Maracanã.

As chances reduzidas neste ano - Vizeu foi titular pela última vez dia 29 de março contra o Volta Redonda, quando marcou o gol do empate com o time local - motivaram seus representantes, por mais de uma vez, a pedir a transferência do jogador. Na última conversa, no fim da semana passada, o diretor de futebol Rodrigo Caetano não liberou o atleta depois de conversa com o empresário de Vizeu Carlos Eduardo Baptista.

Quem acompanha o dia a dia do Flamengo relata o incômodo de Vizeu com a falta de oportunidades. Das 33 partidas do Rubro-Negro no ano, Vizeu não figurou na lista de relacionados em 23 partidas - o jogador perdeu o início da temporada no Sul-Americano sub-20. A Ponte Preta estava disposta a pagar pelo empréstimo de Vizeu e acenou até com aumento salarial para ele defender o time de Campinas até o fim da temporada. O Flamengo disse não.

Recentemente, Zé Ricardo e Rodrigo Caetano conversaram com Vizeu e com outros jovens da base, que perdem ainda mais espaço com a nova leva de contratações que começou com Éverton Ribeiro, garantiram que todos do grupo teriam oportunidades. Existe preocupação de controlar a ansiedade da garotada e evitar focos de insatisfação, além, é claro, do desânimo em concorrer a uma vaga no time titular.

Confira abaixo a provável escalação do Flamengo:

Alex Muralha, Pará, Réver, Juan e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego (Cuellar); Ederson, Leandro Damião e Everton.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top