GuidePedia


O Flamengo empolgou a torcida com a vitória por 2 a 0 sobre o Santos. Berrío, Diego e Guerrero foram alguns dos destaques na noite da última quarta-feira (28), na Ilha do Urubu. Nenhum outro jogador, no entanto, foi tão exaltado pelos rubro-negros como o volante Cuéllar. A história do colombiano na Gávea é curiosa e começa a ser reescrita com certo atraso, principalmente após o golaço marcado sobre o Alvinegro.

Gustavo Cuéllar chegou ao Flamengo no começo de 2016. O clube investiu R$ 8 milhões na contratação a pedido do ex-técnico Muricy Ramalho. O jogador assumiu a titularidade no Rubro-negro e a perdeu assim que Zé Ricardo passou a comandar o time profissional. Foi um ano de indefinição. Por muito pouco, inclusive, ele não se transferiu recentemente.

Com Zé Ricardo, o colombiano do golaço sobre o Santos chegou a ficar fora de 34 jogos desde o ano passado. Inicialmente, foi preterido por Márcio Araújo. Ele também se acostumou a vivenciar situação semelhante em relação ao volante Willian Arão. As chances de jogar no Flamengo pareciam encerradas. O volante chegou a falar em respirar novos ares.

Atlético Nacional-COL, Boca Juniors-ARG e Vitória sondaram a situação. O clube baiano foi quem mais se aproximou de contratá-lo por empréstimo. Parecia um bom negócio para todos os envolvidos, até que Zé Ricardo resolveu apostar no colombiano para a vaga de Willian Arão, longe de viver um bom momento.
Tem um mês que a história de Cuéllar começou a mudar. De lá para cá, o volante foi titular em cinco das nove partidas disputadas. Uma evolução considerável para quem era pouco utilizado. Ele passou a ser pedido com frequência pela torcida nas arquibancadas e também no universo das redes sociais.

"Conversei com o Cuéllar no início do ano. Mostrei que contávamos com ele. Eu não sabia da proposta do Vitória. Soube por vocês [imprensa]. A diretoria me passou para contar com todos os jogadores enquanto não houvesse nada oficial. O Cuéllar foi muito bem", explicou Zé Ricardo.

Com contrato até 27 de janeiro de 2018, Cuéllar não pensa mais em sair. As chances demoraram, mas apareceram. O camisa 26 só quer ter sequência. O golaço sobre o Santos trouxe ao treinador Zé Ricardo mais um problema para resolver. Na briga por uma vaga no meio de campo, o volante está em vantagem.

"Temos que aproveitar quando a oportunidade aparece. Estou aproveitando. Esperei muito por esse momento e trabalhei bastante para isso. Quero melhorar e ajudar o Flamengo. Isso é o mais importante. Todos que estão aqui desejam colocar o clube no lugar onde merece", encerrou o colombiano.

Fonte: Uol

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top