GuidePedia


O primeiro gol como profissional com a camisa do Flamengo ainda não veio. Mas Vinicius Junior está cada vez mais à vontade em campo nesta nova fase da carreira. A pouco menos de um mês de completar 17 anos, a maior revelação da base rubro-negra teve sua melhor atuação até o momento, na noite desta quarta-feira, na vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, na inauguração da Ilha do Urubu.

Começando como titular pela segunda partida consecutiva, o garoto esteve em campo durante 83 minutos. Nesse período mostrou seu vasto repertório: deu chapéu, corta-luz, apareceu para o jogo e coroou a boa atuação com uma assistência para o segundo gol da partida, marcado por Leandro Damião. Confira um compilado dos lances de Vinicius no vídeo acima.

Chapéu como cartão de visitas
Foi do garoto criado no Ninho o privilégio de dar o pontapé inicial na nova casa rubro-negra. O primeiro lance de efeito foi logo aos 2 minutos, sua especialidade: um plástico chapéu em Naldo no campo ofensivo, para delírio da torcida, orgulhosa de sua joia.

Jogando aberto pela direita, Vinicius tentou uma tabela com Diego aos 8 minutos, mas sem sucesso. Pouco depois, recebeu de Rodinei, cruzou na área e Leandro Damião se esticou em uma voadora e não conseguiu alcançar. Era o primeiro lance de perigo que criava na partida.

Drible seco
Se movimentando bem, o jovem jogador apareceu na entrada da área pela esquerda aos 14 minutos, deu um corte seco em Elton e fez mais um cruzamento para Damião, que tentou cabeceio, mas viu a zaga da Ponte cortar para escanteio. A parceria com o atacante começava a esquentar.

Corta-luz desconcertante
O moleque estava impossível no começo da partida. Aos 16, deu um corta-luz tão desconcertante em João Lucas no círculo central, que o jogador da Ponte Preta deve estar procurando a bola até agora.

Cinco minutos depois, novo cruzamento de Vini para Damião. O centro-avante dessa vez acertou o cabeceio e obrigou Aranha a fazer uma boa defesa.

Amarelinho
Aos 30 minutos, o garoto se precipitou. Deu uma entrada forte em Negueba quando o jogador da Ponte Preta saía jogando ainda no campo de defesa e levou seu primeiro cartão amarelo como profissional. O atacante do clube paulista saiu de maca, mas voltou para a partida. No entanto, voltou a sentir e precisou ser substituído no intervalo. Aos 39, Vinicius arriscou um chute de fora da área, mas a bola passou longe do gol de Aranha.

Tentativa de drible
O Flamengo foi para o intervalo vencendo por 1 a 0, gol de Réver, aos 47 do 1º tempo. Em seu primeiro lance na segunda etapa, Vinicius Junior foi encurralado na bandeirinha de escanteio por dois rivais, tentou surpreendê-los com um giro, mas saiu com bola e tudo pela linha de fundo.

Aos 11, após lançamento de Réver do campo de defesa, Damião escorou de cabeça para o jovem atacante, que avançou e bateu cruzado. A bola foi tão sem direção que não deu para saber se o jovem tentou cruzar ou chutar ao gol. De qualquer forma, não conseguiu nem um, nem outro.

Passe para gol
Dois minutos depois, em lance semelhante, em falta cobrada do campo de defesa, o capitão Réver lançou a bola no campo ofensivo. Damião novamente tocou de cabeça para Vini Jr. Dessa vez a joia rubro-negra teve calma para encaixar um cruzamento certeiro para o próprio Damião completar de cabeça para o fundo das redes: 2 a 0 Fla e torcida gritando seu nome nas arquibancadas.

Cansaço e saída aos 28' do 2º tempo
Com o segundo gol no começo do 2º tempo, o Flamengo praticamente liquidou a fatura e tirou o pé. Ainda sem pique para aguentar os 90 minutos, Vini Jr. viu sua intensidade de jogo diminuir junto com o time. Aos 28, o garoto, após uma jogada pela esquerda, caiu no gramado sentindo cãimbras e foi substituído. Saiu aplaudido pela torcida. Aplausos que já começa a se acostumar a receber, conforme vai ficando cada vez mais solto com a camisa rubro-negra. Seu próximo desafio é um teste de fogo: o primeiro clássico, contra o Fluminense, domingo, no Maracanã.


Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top