GuidePedia

 
O Santos planeja, mas deve ver frustrada uma provável tentativa de impedir o acerto do atacante Geuvânio com o Flamengo. "Carta na manga" para impedir o reforço de chegar a um rival pelo Campeonato Brasileiro, a "cláusula de exclusividade" do Peixe com a prata da casa, que está no Tianjin Quanjian-CHN pode não valer para nada. O advogado João Chiminazzo explica. 

"Ela é inconstitucional. O trabalhador tem o direito de trabalhar onde quiser, até porque o Santos não está pagando. Se houver contrapartida ao atleta até poderia se discutir esse tipo de cláusula. Do jeito que está, considero abusiva. O Santos está impedindo o jogador de trabalhar", disse o especialista em direito esportivo, que trabalho com o Bom Senso F.C., ao Esporte Interativo.

Outra opinião favorável ao Rubro-Negro é a de Marcelo Amoretty Souza, que trabalhou em parceria com o clube no acerto com Everton Ribeiro. O advogado explicou que o êxito do Santos em uma possível ação por não cumprir uma série de leis, inclusive na Constituição, ferindo o livre direito do trabalho.

Flamengo 'ignora cláusula' e encaminha acordo

Amparado pela tese de legalidade, o Flamengo avança no acordo com os chineses e espera Geuvânio assinando contrato em breve. Foi o que revelou o próprio diretor executivo de futebol do Rubro-Negro, Rodrigo Caetano. O dirigente afirmou, na segunda-feira (12), na apresentação do último reforço, o zagueiro Rhodolfo, que as negociações estão em "estágio avançado".

"Tem uma conversa avançada, mas sou extremamente cauteloso. Para confirmar, é só quando estiver aqui sendo apresentado. Está em um estágio avançado e, se confirmarmos a chegada dele, encerramos. Temos um elenco equilibrado e até em bom número. É claro que, se houverem propostas vantajosas para o atleta e o clube, analisaremos, o que não aconteceu até agora", disse.

Mesmo com a possível inconstitucionalidade dos termos, o Santos mantém a postura firme em relação a Geuvânio. Em contato com a reportagem, o presidente do clube, Modesto Roma, garantiu que acionará a cláusula caso o Flamengo anuncie o jogador, revelado na Vila Belmiro. Além disso, o mandatário santista também afirmou que pode recorrer até à FIFA, já que, segundo ele, a condição que impede o jogador de ir ao Flamengo serve tanto para empréstimo quanto para compra. 

Fonte: EI

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top