GuidePedia


O Flamengo, finalmente, mostrou o seu poder de fogo no Brasileirão. Nesta quinta-feira, na Ilha do Urubu, o Rubro-Negro atropelou a Chapecoense, com show das suas estrelas: Guerrero e Diego. O peruano marcou os seus primeiros gols na competição, três vezes. Diego fez outros dois no 5 a 1. Confira, a seguir, as notas do LANCE! para os jogadores e técnicos.

FLAMENGO

5,0
Thiago
As finalizações da Chape não o exigiram na etapa inicial. A falha no lance do gol de Victor Ramos foi gritante, largou a bola dentro da pequena área.

6,5
Rodinei
Não foi tanto ao ataque, mas levou perigo quando avançou. Na etapa final, por outro lado, acabou colaborando mais na parte defensiva.

7,0
Réver
Afastou vários cruzamentos e não deu espaço ao centroavante rival. Acabou pedindo para sair na etapa final com dores na perna esquerda.

7,5
Juan
Postura de veterano, fôlego de garoto. O zagueiro teve uma apresentação segura, com ótimas antecipações e cobertura pelo lado esquerdo.

6,0
Trauco
Deixou uma avenida para Apodi, Rossi & Cia, mas recompensou com boas subidas ao campo de ataque e bons passes longos.

6,5
Márcio Araújo
Foi importante na cobertura dos laterais, especialmente de Trauco. Chamou atenção ao ir para cima do rival e quase marcar de pé esquerdo.

7,0
Willian Arão
De volta ao time titular, o camisa 8 teve o nome vaiado na escalação, começou discreto, mas evoluiu aos poucos. Iniciou o lance do segundo gol.

8,5
Diego
É o diferencial do Flamengo, as jogadas mais perigosas saem do seus pés. Abriu o placar com um golaço, distribuiu bons passes e fez mais um no fim.

5,5
Berrío
Sua entrega é de levantar a torcida, mas falta calma - ou técnica - para transformar as arrancadas em gol. Teve todos cruzamentos cortados.

7,0
Everton
Boa partida do camisa 22. Muitas vezes é quem leva o time de Zé Ricardo à área adversária. Saiu de campo ovacionado - merecidamente - e cansado.

9,0
Guerrero
Foi o Guerrero que a torcida do Flamengo quer. Abriu o placar, parou em Jandrei logo em seguida e depois decidiu: mais dois gols e uma assistência.

6,0
Rhodolfo
Estreia discreta na Ilha do Urubu. Jogou por pouco mais de 30 minutos e não foi muito exigido pelo ataque da Chapecoense. 

5,5
Rômulo
Entrou já com a vitória próxima e logo tomou um cartão amarelo.

6,0
Vinicius Júnior
Mostrou a velocidade, ousadia e técnica nos minutos finais. Estava impedido em lance que acabou tendo gol anulado. Seria seu primeiro.

7,5
Zé Ricardo
A escalação inicial se mostrou acertada. Berrío e Arão deram equilíbrio ao time e contribuíram para as grandes atuações de Diego e Guerrero.

Fonte: Lance

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top