GuidePedia


Nos últimos anos, o Santos ficou bastante estigmatizado como um time que é quase imbatível na Vila Belmiro, mas vai mal quando precisa sair dos seus domínios. Em 2017, porém, os papéis se inverteram. A derrota por 1 a 0 para o Sport, no último sábado, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, evidenciou que o Peixe não tem conseguido fazer o Urbano Caldeira ser o ‘alçapão’ de antigamente.

Esse momento ruim dentro de casa tem refletido na opinião dos próprios jogadores do elenco. Teoricamente, enfrentar o Flamengo no Rio de Janeiro seria motivo de preocupação para os santistas. Porém, segundo Bruno Henrique, o duelo da próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Ilha do Urubu, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil, será mais tranquilo para o alvinegro.

“É um Flamengo que está subindo, crescendo, mas às vezes oscila. Parece que o treinador não conseguiu posicionar a equipe com o elenco que eles têm. Temos condições de fazer um bom jogo, estamos jogando melhor fora do que dentro de casa. Um gol lá vale por dois. Temos eu e o Copete pelos lados lá na frente, bastante velocidade, tem sido primordial fora de casa.”, comentou o atacante em entrevista nesta segunda-feira.

Na temporada, o Peixe perdeu mais na Vila Belmiro (para São Paulo, Ferroviária, Palmeiras, Cruzeiro e Sport) do que como visitante. Foram cinco derrotas em Urbano Caldeira e apenas quatro fora de seus domínios, no Maracanã, diante do Fluminense, no Moisés Lucarelli, contra a Ponte Preta e duas vezes para o Corinthians, na Arena do rival, em Itaquera.

O Santos faz o último treino antes de enfrentar o Flamengo na manhã desta terça feira. Logo após a atividade, a delegação embarca ao Rio de Janeiro.

Fonte: FoxSport

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top