GuidePedia


Libertadores? Universidad Católica? O técnico Zé Ricardo nem quer ouvir falar disso. O foco, agora, é a decisão do Campeonato Carioca. No domingo, o Flamengo encara o Fluminense, às 16h (de Brasília), no Maracanã, com a vantagem do empate depois de ter vencido o primeiro jogo por 1 a 0. O treinador, porém, não pensa na vantagem, só em quão especial é a semana para o Rubro-Negro.

- Realmente, uma semana especial para nós. Logicamente, o jogo de quarta demandou muito de nós. Principalmente no aspecto físico, mas também no psicológico. Infelizmente a vaga não veio ainda, mas agora é virar o canhão para a partida de domingo e tentar recuperar as energias, potencializar a nossa equipe para fazer uma boa partida - disse Zé.

Zé Ricardo ainda não definiu o time titular do Flamengo para domingo. Na quarta-feira, contra a Universidad Católica, ele não contou com Rômulo. O volante, recuperado de uma torção no joelho direito, treinou normalmente nesta sexta e pode voltar à equipe contra o Fluminense. O técnico aguarda justamente a liberação do departamento médico para definir a escalação.

- Foi a primeira vez que Rômulo veio para campo, vamos ver como vai se sentir após o treino. Amanhã temos um apronto. A partir da resposta dele e dos outros atletas é que podemos fazer mudança ou não. Independentemente disso, é hora de concentração e superação. Todo mundo quer chegar numa final com Maracanã lotado. Nossa equipe vai estar organizada e competitiva, o que é o mais importante - completou.

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Zé Ricardo:

Preparação para pênaltis

- Contamos com uma equipe de análise para ajudar no desenvolvimento da avaliação do adversário. Sistematicamente treinamos pênaltis, não da forma que fizemos nessa semana. Geralmente batem os cobradores, mas até respeitando muito a equipe do Flu e entendo que é bem plausível que vá para os pênaltis, treinamos. Mas vamos fazer de tudo para ir não para pênaltis.

Primeiro jogo

- Foram dois tempos distintos: no primeiro, a gente foi melhor. No segundo, o Flu teve boa posse de bola, ficou boa parte no nosso campo. Como Abel mesmo havia falado, é difícil que uma equipe destoe e tenha vantagem muito significativa. O respeito continua muito grande. Independentemente da vantagem, temos que entrar da mesma forma.

Responsabilidade

- Não temos por que mudar nossa equipe. Temos que seguir jogando do mesmo jeito. O resto é muita alegria para participar, fazer com que os atletas desfrutem desse momento. Vai ser jogo bonito, jogo alegre, e tomara que o futebol carioca e o futebol brasileiro saiam vencedores com um grande jogo. Nós vamos fazer de tudo para trazer esse título para o Flamengo.

Márcio Araújo

- Vai ser a quarta ou quinta vez que vamos falar do Márcio aqui. Nossa percepção sobre ele não mudou. Jogador muito forte mentalmente, por isso consegue passar por momentos de crítica ileso. Me ensinou nesse quesito, tem muito a nos ensinar. Está muito preparado.

Everton recuperado

- Vai estar pronto, fez um jogo no seu limite (na quarta-feira). Ocupou uma função fundamental, que era a subida dos laterais deles. Mario (técnico da Católica) colocou sobrecarga ali pelo lado direito, tanto que o gol saiu por ali, onde tínhamos uma superioridade. Everton conseguiu fazer recomposição, liberando Trauco mais para dentro.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top