GuidePedia


Enquanto a diretoria do Flamengo se mantém calada na esperança de convencer a CBF a autorizar o jogo contra o Botafogo na Arena da Ilha, o Corpo de Bombeiros deixa claro que o clube entregou o projeto contra incêndio e pânico em cima da hora, e que não houve lentidão para aprovação do estádio para a partida do próximo domingo pelo Brasileiro.

Através de sua assessoria de imprensa, a corporação informou que atuou conforme prevê a legislação.

"Em nenhum momento houve lentidão ou demora nos processos referentes à regularização da Arena da Ilha, no que diz respeito à segurança contra incêndio e pânico. A corporação informa, ainda, que o Flamengo apresentou, hoje (30.05), o novo projeto com as alterações necessárias. Logo, não se trata de morosidade do CBMERJ”, dizem os Bombeiros, que reforçaram estar adotando todas as medidas de segurança para os torcedores que frequentarão o estádio da Ilha.

O Flamengo já tem a liberação do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar para fazer a estreia na arena da Ilha do Governador no próximo domingo, contra o Botafogo, pelo Brasileiro, mas os documentos não foram entregues no prazo na CBF - a previsão era até esta terça-feira. Com isso, a CBF indicou o jogo em Volta Redonda. O clube ainda tenta ter a mudança aceita para estrear seu estádio.

A burocracia reclamada pelo Flamengo foi quase toda vencida nesta terça-feira, quando os Bombeiros informaram que emitiriam o laudo através do Grupamento de Prevenção em Estádios (GPrev). A demora se deu na tramitação do Certificado de Registro (CR) e do Laudo de Proteção contra Incêndio (LPCI). O processo se arrasta por várias semanas em meio a novas exigências e vistorias. A diretoria rubro-negra promete se manifestar em breve sobre a diferença de tratamento dada em comparação ao Botafogo, no mesmo estádio, no ano passado.

Fonte: Extra Globo

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub



 
Top