GuidePedia


A 34ª rodada foi terrível para o Flamengo. Sem vencer há quatro jogos – somou apenas três pontos em 12 disputados -, o Rubro-negro viu o Palmeiras disparar na liderança e abrir sete pontos de vantagem (70 a 63). Os cariocas ainda foram ultrapassados pelo Santos (64) e caíram para a terceira posição no Campeonato Brasileiro. O desempenho dividiu o clube sobre o título. O lateral Jorge entregou os pontos.
“É triste. Se o Palmeiras ganhar, não tem mais jeito. Quase impossível. Ficarão com o título na mão”, disse o camisa 6, após o empate sem gols com o Botafogo e antes da vitória do Alviverde por 1 a 0 sobre o Internacional.
Transformar o “cheirinho de hepta” em realidade tornou-se missão das mais complicadas nas quatro rodadas decisivas do Brasileirão. O Flamengo precisa vencer os jogos contra América-MG (fora), Coritiba (casa), Santos (casa) e Atlético-PR (fora), além de torcer por pelo menos duas derrotas e um empate do concorrente.
O clima de decepção era nítido na saída dos jogadores do Maracanã no sábado (5). A maioria manteve o discurso otimista, mas o desânimo transpareceu em muitas das declarações.
“Não podemos esconder que o fato de o resultado não vir influencia diretamente, pois precisamos das vitórias para conquistarmos o título. Há quatro jogos isso não acontece”, disse o meia Diego, seguido pelo técnico Zé Ricardo.
“Não devemos deixar a peteca cair. Temos quatro jogos pela frente. O mês pode reservar surpresas positivas ou negativas. Acredito até o fim e sou otimista por natureza. Não tem como não acreditar da forma que o Flamengo tem se doado em campo. Vamos lutar e deixar nas mãos do destino”, comentou.
O mantra “brigar até o fim” foi adotado pelo zagueiro Rafael Vaz e também pelo atacante Emerson Sheik. Só resta ao Flamengo vencer. Se o título se tornou quase impossível, nos bastidores do departamento de futebol terminar o Campeonato Brasileiro entre os três primeiros é tratado como obrigação, o que garantirá a vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores.
Fonte: UOL
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top