GuidePedia


Sem acordo, o Botafogo começa neste sábado a retirar parte da estrutura do Estádio Luso-Brasileiro. Em encontro nessa semana, entre o vice-executivo Luis Fernando Santos e o CEO rubro-negro, Fred Luz, o Alvinegro pediu cerca de R$ 3,5 milhões para entregar a Arena toda montada ao Flamengo. Nessa sexta-feira, o Rubro-Negro recusou a oferta, não apresentou contraproposta, e a negociação foi encerrada. 

O Botafogo não vai perder tempo e planeja começar o desmonte da Arena ainda neste sábado, após a partida contra a Ponte Preta. Em um primeiro momento, apenas câmeras de monitoramento, móveis e utensílios serão retirados. As arquibancadas começam a ser desmontadas a partir de segunda-feira.

A ideia do Botafogo, caso o Flamengo aceitasse a proposta, era evitar o desmonte das arquibancadas. Como esta estrutura é alugada, o Rubro-Negro herdaria o pagamento do aluguel (R$ 370 mil mensais) e ficaria com as partes que pertencem ao alvinegro, como rampas e assentos da área social.

Outro adianto para o Flamengo seria a possibilidade de manter os refletores. Os postes pertencem ao Botafogo, assim como algumas lâmpadas. Outras foram trazidas do Engenhão, o que fará com que o novo inquilino precise se entender com a Prefeitura do Rio de Janeiro se não quiser adquirir novos dispositivos de iluminação. O acordo entre os clubes também daria ao Flamengo a possibilidade de administrar o estádio da Portuguesa da Ilha sem precisar instalar novos sistemas de refrigeração, monitoramento por câmeras e cabeamento.

Na última segunda-feira, o Flamengo anunciou acordo com a Portuguesa para alugar o Estádio Luso-Brasileiro por três anos. O Rubro-Negro vai pagar R$ 7 milhões e ainda planeja fazer uma reforma completa, além de melhorias no gramado. Neste sábado, o Botafogo se despede do local, na partida contra a Ponte Preta. 

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top