GuidePedia


Ricardo Fischer nem precisou entrar em quadra para ser um dos principais nomes do duelo entre Flamengo e Bauru. Ex-jogador da equipe paulista, o armador teve seu rosto estampado em cédulas de dinheiro e foi recebido aos gritos de "mercenário".
Fischer passou quatro temporadas na equipe bauruense e se transferiu para o Flamengo no meio deste ano, enquanto ainda se recuperava de uma ruptura no ligamento cruzado anterior do joelho direito.

- É normal, é o papel da torcida, mas quem sabe da real situação de tudo o que ocorreu na transação são meus amigos e a minha família e isso é o que importa pra mim. Os torcedores vão torcer contra sempre, ainda mais que eu saí para um rival, mas não levo as provocações em consideração, até porque ainda tenho muitos amigos aqui em Bauru. Não tenho mágoas e já esperava esse tipo de coisa. Se eu fosse torcedor, também faria isso. Até gostei das notas e pedi para um diretor pegar uma dessas pra mim - comentou o camisa 5.
O técnico do Fla, José Neto, saiu em defesa do jogador, relembrando os momentos bons que ele viveu em Bauru. Ele ainda aproveitou para elogiar o armador.
- Entendo que a torcida vem para torcer, mas particularmente não gosto muito disso porque acho que ele já deu muita coisa para Bauru. É um jogador de referência em nível nacional e não sei se merecia isso. Um jogador brasileiro que faz um triple-double na NBA em pleno Madison Square Garden, merece mais respeito, mas o menino tem cabeça boa, vai ficar triste um pouquinho, é vida que segue - disse, fazendo referência à atuação de Fischer por Bauru contra o New York Knicks na pré-temporada da NBA em 2015.
Fonte: Uol
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top