GuidePedia

 
O atacante Paulinho não vestirá mais a camisa do Santos. O UOL Esporte apurou que o atleta foi dispensado do clube após bater boca com um torcedor no jogo contra o Vitória na última quinta-feira, na Vila Belmiro.

Paulinho foi provocado pelo torcedor, um conselheiro do clube, e respondeu fazendo um sinal de que tinha dinheiro no bolso. Alguns dirigentes presenciaram o ocorrido e pediram o desligamento do jogador antes do término de seu contrato, no dia 31 de dezembro.

Por conta disso, Paulinho não treinou no último sábado com o elenco, no CT Rei Pelé, e foi cortado da lista de relacionados para o jogo contra o Cruzeiro no último domingo, no Mineirão. O centroavante Rodrigão ficou com a vaga no banco de reservas.

Paulinho alegou ao elenco santista que o torcedor ofereceu cerveja para ele e ficou dizendo que ele não jogava pois era "cachaceiro" e, por isso, reagiu as provocações.Os atletas entenderam a situação do atacante e ficaram sentidos com o afastamento do companheiro.

O atacante, que pertence ao Flamengo e voltará ao clube carioca, foi afastado em outras oportunidades pelo técnico Dorival Júnior nesta temporada e chegou a treinar separado do elenco.

Dorival não gostou das provocações que Paulinho fez a Robinho e ao Atlético-MG nas redes sociais antes do duelo entre Santos e Galo, no segundo turno do Campeonato Brasileiro.

O Santos havia pedido publicamente para que a torcida não hostilizasse Robinho, temendo perder o mando de campo na competição. A comissão técnica considerou que Paulinho desobedeceu uma ordem do clube, já que os atletas também foram orientados sobre o tema.

Paulinho gravou um vídeo, ao lado de Rodrigão, e provocou o ídolo santista ao dizer que o "Galo vai virar frango" e que Robinho "só ia dar umas pedaladas, mas não ia arrumar nada".

Vale ressaltar que Paulinho já chegou ao Santos em janeiro com fama de problemático devido ao "Bonde Stella" no Flamengo. 

Fonte: UOL

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top