GuidePedia


Por um lado, alívio: a vitória por 2 a 0 sobre o Santos, neste domingo (27), encerrou um incômodo jejum para o Flamengo, que ainda não havia triunfado no Maracanã em 2016. Em contrapartida, o resultado representou uma constatação triste para os jogadores rubro-negros: se essa postura tivesse aparecido antes, seria mais fácil impedir o título do Palmeiras – o clube alviverde venceu a Chapecoense em casa e conquistou o Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecedência.
"Acho que se nós tivéssemos levado com essa leveza em outras partidas poderia ter sido uma história diferente", admitiu o zagueiro Réver em entrevista à "Rádio Tupi". "Talvez a ansiedade tenha prejudicado nos outros jogos, mas o time se dedicou muito hoje [domingo] e fez uma excelente partida", completou o volante Márcio Araújo.
O hiato de vitórias do Flamengo no Maracanã tem a ver com a própria situação do estádio, que ficou fechado em grande parte da temporada por causa da preparação para receber as cerimônias dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. No Brasileiro, o time carioca fez apenas três partidas em sua arena (e empatou todas).
"Foi muito importante pelo que o time jogou. A gente viajou muito neste ano, voltou para o Maracanã e não estava conseguindo vencer. A gente estava sofrendo uma pressão muito grande", admitiu o meia Everton.
Com a vitória deste domingo, o Flamengo ultrapassou o Santos e assumiu a segunda posição do Campeonato Brasileiro. Entretanto, viu o Palmeiras conquistar a taça – o time paulista bateu a Chapecoense por 1 a 0 no Allianz Parque e não pode mais ser alcançado.
"Claro que a gente queria um dia perfeito com título, mas hoje a gente mostrou que é forte em casa. A equipe toda está de parabéns, e agora é pensar no próximo jogo", afirmou o lateral esquerdo Jorge.
Fonte: Uol

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top