GuidePedia


Um rubro-negro já está na final da Superliga Nacional de Futebol Americano, mas não é o João Pessoa Espectros, que defendia o título nacional neste ano. O Flamengo FA garantiu a vaga na final, após vencer com autoridade o atual campeão brasileiro, por 25 a 10, e agora aguarda o vencedor do outro jogo da semifinal, entre Cuiabá Arsenal e Timbó Rex, que se enfrentam ainda neste sábado, a partir das 18h, em Cuiabá.

Para o Espectros, esta vai ser a primeira vez a equipe não se classifica para a final do campeonato nacional, desde 2012, quando caiu na semifinal do Capeonato Brasileiro para o Cuiabá Arsenal. De lá para cá, os Fantasmas decidiram o título nos últimos três anos e levantaram a taça no ano passado. Já para o Rubro-Negro, esta vai ser a primeira vez na final desde que foi derrotado pelo Jaraguá Breakers, na final do extinto Torneio Touchdown.

O jogo
Mesmo saindo à frente no placar, após bloquear um punt do Flamengo e retornar para touchdown, o Espectros teve dificuldades para dar seguimento às jogadas de ataque, enquanto os rubro-negros cariocas conseguiram virar o jogo em uma tarde inspirada do armador americano KC Frost. 

Primeiro, o americano achou o corredor Felipe Florêncio e marcou o touchdown que pôs os cariocas a apenas um ponto do empate. Em seguida, no segundo período de jogo, Felipe Florêncio recebeu a bola e conquistou um grande avanço para o Flamengo, que ficou a sete jardas da linha de gol. O armador KC Frost passou para o recebedor Patrick virar o jogo para 12 a 7, mas a equipe da casa não conseguiu ampliar a vantagem na conversão de ponto extra.

No segundo tempo, o João Pessoa Espectros entrou no campo defensivo do Flamengo, mas sem conseguir avançar, optou pelo chute de três pontos, que Diego Aranha converteu e diminuiu a vantagem dos donos da casa para 12 a 10. Mas no reinício de jogo, o Rubro-Negro carioca retornou o chute para touchdown e para ampliar a distância entre eles no placar para 18 a 10. 

Novamente com a bola, o ataque do Espectros não conseguiu avançar e devolveu a bola aos flamenguistas. KC Frost conduziu mais uma vez o Rubro-Negro carioca em uma campanha que mesclou as corridas do americano Pratt e os passes certeiros do armador. A 11 jardas da linha de gol, Frost resolveu correr ele mesmo com a bola, para marcar o touchdown para o Flamengo, que ainda acertou o chute de ponto extra, decretou a vitória por 25 a 10 e carimbou o passaporte dos cariocas para a final do primeiro campeonato brasileiro unificado da modalidade.

O Flamengo, portanto, segue invicto, alcança a sua nona vitória e agora aguarda a definição do segundo finalista. Caso seja o Cuiabá Arsenal, a final será realizada no Mato Grosso, mas se o Timbó Rex avançar, os cariocas ganham o direito de decidir o campeonato em casa. A final está marcada para acontecer no dia 17 ou 18 de dezembro. 

Fonte: GE 

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top