GuidePedia


A inclusão do Flamengo seria uma das principais atrações na edição 2017 da Florida Cup. Em vez disso, virou motivo para uma crise entre os organizadores do torneio de pré-temporada e a TV Globo. A menos de dois meses do início, não há acordo para transmissão dos jogos que o time rubro-negro fará nos Estados Unidos. Existe até a possibilidade de as partidas não serem exibidas no Brasil.
Disputada desde 2015, a Florida Cup teve nove participantes neste ano – o Brasil foi representado por Atlético-MG, Corinthians, Fluminense e Internacional. Os organizadores fizeram um acordo com a Globo para cessão de direitos de mídia – um ano para TV aberta, com opção de renovação, e cinco edições para rede fechada (Sportv).
Em agosto, os responsáveis pelo evento deram início a um plano de expansão. Incluíram o Flamengo, que foi colocado em um torneio chamado Challenge (com Atlético-MG, Bayer Leverkusen, Wolfsburg e Estudiantes). São Paulo e Vasco foram incluídos no Playoff, que também terá Corinthians, Internacional, River Plate e Millonarios (Colômbia).
Oficialmente, a explicação para a divisão do torneio é a agenda. O Challenge será disputado entre os dias 8 e 15 de janeiro e terá um sistema similar ao da Copa Davis de tênis (o título será dado ao país que somar mais pontos, e os times não enfrentarão rivais locais). As partidas do Playoff acontecerão entre 15 e 21 de janeiro, num formato de mata-mata.
Consultado pelo UOL Esporte, o Flamengo disse ter dado preferência ao Challenge por duas questões: além de ter preferido a agenda desse módulo, o time carioca tinha mais interesse de fazer partidas apenas contra rivais de outros países. A equipe rubro-negra não viaja aos Estados Unidos desde 2007.
A estratégia do clube e a justificativa oficial, porém, não contam toda a história. Quando conseguiram um acordo com o Flamengo, os organizadores da Florida Cup resolveram vender um segundo produto para a TV brasileira. Por isso, acomodaram os cariocas em um evento diferente do que havia sido feito em 2016.
A Globo não aceitou pagar mais uma vez por um evento que ela já havia comprado, ainda que o torneio tenha sido ampliado. Com isso, ainda não há certeza de que os jogos do Flamengo serão exibidos. Ao UOL Esporte, clube e responsáveis pela Florida Cup disseram que as negociações persistem. Entretanto, fonte ouvida pela reportagem apontou que a chance de acordo é remota no atual formato.
Um dos principais motivos para a chance remota de acordo é justamente o desgaste motivado pela negociação. A tentativa dos organizadores de vender um segundo produto para a TV criou um problema entre as partes.

Organizadores negam crise de relacionamento com TV

Procurados pela reportagem, os responsáveis pela Florida Cup negaram que exista uma crise de relacionamento com a TV Globo. Afirmaram que o contato com a emissora sempre foi “transparente” e “muito bom”. A empresa de comunicação também foi interpelada, mas não respondeu até o fechamento do texto.

Clubes brasileiros pagam para disputar Florida Cup

Apesar de ser uma grande chance de exposição no mercado dos Estados Unidos, a Florida Cup ainda não é um bom negócio para os times brasileiros no aspecto financeiro. Ninguém recebe para disputar a competição, e os participantes têm de custear estadia e viagem.
O Flamengo é uma exceção. O time brasileiro só aceitou jogar o torneio depois de ter certeza de que isso não representaria um custo. A Adidas, patrocinadora rubro-negra e do torneio, vai contribuir com verba e ainda bancará ações de marketing nos Estados Unidos.
Fonte: Uol
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top