GuidePedia


O Flamengo tem as duas próximas rodadas – contra Santos e Atlético-PR – para provar ao torcedor que a segunda colocação não é um prêmio de consolação por ter perdido o título. Mas, sim, um objetivo alcançado mediante muita superação.
No domingo, no Maracanã, a equipe não deve ter novidades para encarar o Santos. O técnico Zé Ricardo pode não ter Gabriel, com dores musculares, e usaria Fernandinho no ataque. Diego segue como cérebro da equipe e raciocinou de forma positiva ao ser questionado sobre o sentimento ao fim da temporada no clube.
– Eu tenho bem claro que é extremamente positiva a temporada, afirmo de boca cheia e com muito orgulho. Peguei metade da trajetória e me sinto orgulhoso do que fizemos juntos, quem está aqui desde o começo deve se sentir ainda mais – elogiou o camisa 35.
Além de premiação maior da CBF, na casa dos R$ 10 milhões, o Flamengo combinou bicho com os jogadores pela posição mais acima da tabela. Fora o mantra de que as viagens e o ano atípico sem estádio atrapalharam, Diego reforçou que a equipe está motivada com o trabalho feito e espera terminar o ano com vitórias:
– Não vai servir como consolo ou para que a concentração e a dedicação diminuam. Pelo contrário, queremos vencer e terminar em segundo lugar. A motivação da equipe está em alta.
O time para domingo deve ter Muralha, Pará, Réver, Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Arão e Diego; Fernandinho, Everton e Guerrero.
Fonte: Extra
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top