GuidePedia


Um dos destaques do Flamengo na melhor fase da equipe em 2015, quando o Rubro-Negro conseguiu seis vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, Kayke foi negociado com o Yokohama Marinos (JAP) no início da atual temporada. Apesar de adaptado ao futebol japonês, o atacante admitiu, com exclusividade ao FOXSports.com.br, que um retorno ao país de origem para 2017 está ‘amadurecendo’. Um dos motivos que aceleraram a ideia de voltar foi o susto com o terremoto que passou com a família nesta semana.
“Não foi o primeiro. Já tive outras duas experiências, mas que foram mais tranquilas. Na verdade, senti muito medo. É uma sensação de impotência total, sem saber o que fazer. Graças a Deus, ficou tudo bem comigo e minha família”, afirmou o atacante, que diz ter uma vida profissional bastante confortável no Japão, bem diferente dos sustos causados pela natureza.
“A vida é mais tranquila do que a do Brasil. Tenho mais tempo para ficar em casa com a família. Não temos concentração e isso ajuda. As viagens são feitas de trem-bala, o que desgasta menos do que uma viagem de avião. É uma experiência nova jogar no Japão, mas tem sido muito boa”, destacou Kayke.
Com oito gols em 30 jogos na atual temporada, o desempenho individual até que deixou Kayke satisfeito, mesmo sem títulos pelo clube. De férias, o jogador chega ao Brasil nas próximas semanas para descansar e admitiu que algumas sondagens já foram feitas. Um retorno ao futebol brasileiro em 2017 é algo que ganha força na cabeça do atleta.
“Conversei com o meu empresário para organizar o melhor para 2017. Eu tenho contrato longo, até o fim de 2019, mas existem outras possibilidades que podem acontecer. Se forem coisas boas, vamos analisar. Já deixei claro para o Yokohama Marinos o interesse de outras equipes. Se acontecer algo oficialmente, vou apresentar ao clube. Se for algo bom para os dois lados, vamos conversar. Não descarto nenhuma possibilidade. Nem ficar no Japão, nem voltar ao Brasil, que é o meu desejo”, ressaltou.
Revelado pelo Flamengo e xodó da torcida no ano de 2015, quando substituiu Guerrero e fez gols importantes, Kayke sempre tem seu nome lembrado pelos torcedores quando a janela de transferências se aproxima. O atleta ressaltou que ouvirá propostas de todos os clubes, mas não negou a importância que o clube da Gávea tem na sua vida.
“Todos sabem do meu carinho com o Flamengo, da história que tenho no clube. Não posso negar que se acontecer (interesse rubro-negro) não tenho oposição nenhuma. Será um grande prazer vestir essa camisa de novo. Sou profissional e às vezes as coisas não saem da forma com que planejamos. Como qualquer jogador, converso com outras possibilidades e vamos aguardar o desfecho para 2017. A expectativa por um retorno é muito boa”, disse o atacante, que deu sua opinião também sobre Guerrero, principal referência ofensiva do clube da Gávea.
“Não vejo o Guerrero decepcionando. Fez um grande Campeonato Brasileiro, colocando o Flamengo na briga pelo título até o fim. Fui companheiro dele e torço muito para que faça um ótimo trabalho pelo clube. A torcida cobra o Guerrero pelo status que ele tem dentro do Flamengo. É um jogador de seleção. Acredito que assim que ele ganhar um título pelo Flamengo, todos falarão que ele vingou”.
Fonte: FoxSport
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top