GuidePedia


O Flamengo não teme ficar sem estádio para mandar seus jogos no Rio de Janeiro. Isso porque mesmo que a empresa francesa Largadaere administre o Maracanã, a cúpula rubro-negra trabalha com a possibilidade de construir uma casa própria caso a nova gestão não contemple as reivindicações feitas pela Gávea.
E mais: não está descartada a possibilidade de, por mais um ano, seguir jogando em outras cidades, onde a torcida também costuma comparecer em grande quantidade. Ontem, reuniões na sede do clube trataram do assunto.
Durante um evento realizado no domingo, Fred Luz, diretor-geral do Flamengo, mostrou que os custos de um possível novo estádio cabem dentro dos cofres da atual gestão.
“Qualquer empresa que assumir [o Maracanã] buscará seu lucro em cima das receitas do Flamengo. Nosso objetivo é gerar riqueza para investir no time e no relacionamento com torcedores, não enriquecer terceiras empresas. É claro que o clube terá necessidade de parceiras, mas como prestadoras de serviço e não protagonistas. Neste momento, esta é a discussão que temos com o Estado. Quem paga mais de R$ 100 milhões por ano em dívida tem capacidade de investir R$ 150 milhões em um estádio”, explicou o dirigente.
Fred Luz aproveitou a ocasião para reforçar que ainda aguarda que o Governo do Estado cumpra a promessa e promova uma licitação para definir a nova administração do Maracanã.
Fonte: Band
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top