GuidePedia


O foco total é na Copa do Brasil. Mas o Grêmio, de rabo de olho, também já começa a olhar o planejamento para 2017. Uma das situações que vieram à tona diz respeito ao atacante Fernandinho, emprestado ao Flamengo até o final desta temporada. Com o aval e elogios de Renato Portaluppi, o jogador pode ser reintegrado para o próximo ano.

Conforme apurou o GloboEsporte.com, o atleta agrada muito ao comandante gremista. A ponto de ser colocado internamente como tendência seu retorno ao clube para o próximo ano, mesmo com o interesse do Flamengo em mantê-lo. A situação ainda não está definida e, claro, pode terminar com a sequência do atacante no Rio de Janeiro. Até porque nem a permanência de Renato no Grêmio está encaminhada. 

Mas já há um entendimento interno na manutenção do trabalho do treinador e do atual departamento de futebol – vice-presidente eleito e integrante da chapa de Romildo Bolzan para a reeleição, Adalberto Preis é o vice de futebol e também não tem a sequência definida na pasta.

Por aí passa também o retorno de Fernandinho. O Flamengo quer permanecer com o jogador e tem a intenção abater a compra dos direitos do atacante das parcelas que o Grêmio tem a pagar pelo zagueiro Wallace. Segundo apurado, nada oficial foi apresentado pelos cariocas ao clube gaúcho. E o Tricolor pouco pensa na temporada de 2017. Pelo menos publicamente.

Envolvido na semifinal da Copa do Brasil e com chances de decidir a competição – tem vantagem de 2 a 0 conquistada sobre o Cruzeiro no Mineirão –, o clube evita fazer projeções. Porém, o departamento de dados já faz análises. Dirigentes também buscam planejar a próxima temporada e algumas contratações a portas fechadas. Até porque o título da Copa do Brasil e a vaga direta na Libertadores mudam o quadro no mercado.  

Os contatos com outros clubes ainda estão em segundo plano. Tanto que há pendências a resolver com o restante dos jogadores que estão emprestados, como os zagueiros Kadu, na Ponte Preta, e Bressan, no Peñarol, e o meia Maxi Rodríguez, também no time uruguaio.

Fernandinho não decolou no Grêmio. Passou pelas mãos de Enderson Moreira, Felipão e Roger sem repetir as atuações com as camisas de São Paulo e Atlético-MG. Acumula empréstimos para o Hellas Verona, da Itália, e Flamengo. Um complicador na sua permanência é o alto salário: foi contratado em outra realidade, com salários superiores ao teto atual, na casa dos R$ 350 mil.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top