GuidePedia


A novela envolvendo Flamengo e Maracanã ganhou mais um capítulo nesta quinta-feira (10). Em entrevista coletiva no Ninho do Urubu, o presidente Eduardo Bandeira de Mello disse que o Rubro-Negro não atuará no estádio se não for protagonista na gestão do local.
“Todo mundo sabe que para o Maracanã ser viável ele depende do Flamengo. Seja através de licitação ou da transferência, eu não vejo uma saída melhor para o Maracanã que não seja com o Flamengo como protagonista. Podemos assegurar que se o Flamengo for o gestor, o Estado do Rio não vai precisar colocar um centavo sequer na manutenção do estádio. Não sei se outros grupos poderiam garantir o mesmo. Se houver uma solução em que o Flamengo não participe, o Flamengo não vai jogar no Maracanã”, afirmou.
“O que a torcida precisa saber, e estar preparada, é que se inventarem uma solução heterodoxa com um grupo estranho que venha a assumir e ele pretender contar com o Flamengo, se achar que vamos ser obrigados a jogar no Maracanã por causa disso, vão quebrar a cara. O Flamengo gosta muito do Maracanã mas sobrevive sem ele. Não sei se o Maracanã sobrevive sem o Flamengo”, acrescentou.
A empresa Lagardère vem sendo especulada nos últimos dias para assumir a concessão da Odebrecht no Maracanã. A Ferj também estaria se articulando com grupos para tentar conseguir a administração do estádio. Por conta disso, o Flamengo já estuda como plano B a construção do seu próprio estádio.
“Vamos respeitar a competição e se perdermos, vamos seguir nosso caminho e construir um estadio próprio, seja definitivo ou não. Será um trabalho de médio a longo prazo. Se não der certo o projeto Maracanã, é nossa obrigação buscar alternativas. Estamos sim, buscando alternativas para o Maracanã, que se não vier a acontecer, não termos que partir do zero”, finalizou.
Fonte: Yahoo Esportes

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top