GuidePedia

 
Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego. Esses são nomes que a torcida do Flamengo sabe de cor, titulares absolutos do time e que só saem em caso de suspensão e lesão. No entanto, do meio para a frente a história é diferente e as mudanças acontecem frequentemente, muitas vezes por opção do técnico Zé Ricardo.

No clássico contra o Fluminense aconteceu isso mais uma vez. Em relação a partida contra o Santa Cruz, o treinador manteve Alan Patrick, e promoveu as entradas de Leandro Damião no comando do ataque, já que Guerrero queixou-se de dores na coxa direita, e Fernandinho na vaga de Éverton.

Isso mostra que o Rubro-Negro ainda não encontrou uma formação ideal para o ataque ainda, correto? Segundo Zé Ricardo, não é esse o motivo. O treinador explica que escala pensando jogo a jogo, de acordo com a estratégia do adversário. Ele destaca que só é possível realizar esse rodízio porque confia muitos nos jogadores do setor.

"É o jogo a jogo. Confio muito nos atletas do setor. A gente trabalha na estratégia do adversário, que entende que seja melhor", comentou.

O técnico garante que entrar e sair do time não deixa nenhum jogador chateado. Ele usou o exemplo de Gabriel, que vinha sendo titular e voltou para o banco contra o Santa Cruz e o Fluminense.

"O Gabriel vinha jogando todos os jogos, nesse dois últimos não entrou, mas foi o que mais comemorou a vitória contra o Fluminense no vestiário. Mancuello também tem uma leitura muito legal do jogo, ajuda em todos os momentos".

Sem ser adepto à filosofia do time que está ganhando não se mexe, Zé Ricardo vem mostrando que tem estrela nas suas apostas para cada jogo. No Fla-Flu, Fernandinho começou como titular e fez o gol da vitória. No seu período como titular, Gabriel deixou sua marca contra Ponte Preta e Vitória, que terminaram com triunfo por 2 a 1 para o Fla.

Até as mudanças durante a partida ocorrem mais na frente. Contra o Tricolor, as três foram no setor: Éverton, Marcelo Cirino e Emerson Sheik nos lugares de Alan Patrick, Fernandinho e Leandro Damião.

Apesar de ter o pior ataque entre os quatro primeiros colocados do Brasileirão, Zé Ricardo parece ter arrumado uma fórmula para seguir vencendo e brigando pelo título do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Uol

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top