GuidePedia


Os Meninos da Vila viraram os homens de Atlético-MG e Flamengo. Homens não apenas em função da maturidade adquirida pelos 32 e 31 anos, respectivamente. Mas também porque Robinho e Diego são "os caras" de suas equipes que neste sábado, às 16h30, no Mineirão, sem enfrentam em nome da sobrevivência na luta pelo título do Campeonato Brasileiro.

É assim que nasce no futebol uma rivalidade amistosa entre dois grandes parceiros dentro daquela que é considerada uma das maiores rixas entre clubes de estados diferentes. Pela primeira vez os amigos Diego e Robinho estarão de lados de opostos no Brasil (eles se enfrentaram duas vezes na Europa, em 2007, quando defendiam Werder Bremen e Real Madrid; e em 2014, com as camisas de Atletico de Madrid e Milan), iniciando um novo caminho que começou nas categorias de base do Santos e passou pela seleção brasileira.

Atlético-MG e Flamengo seguem perseguindo o líder Palmeiras com 59 e 61 pontos, respectivamente. O time que sair derrotado praticamente dá adeus à briga pelo título. Um empate pode matar os dois, restando apenas cinco partidas para o fim do Brasileirão. A equipe comandada por Cuca, que soma 67 pontos, terá pela frente o Santos às 19h30.

A trajetória da dupla é bem semelhante. Viveram o ápice no Santos e rumaram cedo para a Europa, onde alternaram altos e baixos. Hoje Robinho é um dos mais regulares do Atlético-MG. Um dos fiéis da balança de Marcelo Oliveira no Brasileiro. Mesmo não tendo mais aquele físico de quando atuava junto de Diego, o jogador ainda é capaz de desequilibrar. Tanto que, quando é poupado, geralmente entra no segundo tempo e muda o panorama da partida. Foi assim, por exemplo, na partida contra o Figueirense, na última rodada. O "Pedalada" tem 23 gols com a camisa atleticana (artilheiro do ano da equipe), sendo 11 no Brasileiro, estando na briga pela artilharia do torneio. Entretanto, uma situação curiosa: há 10 jogos, ele não balança as redes. A última vez foi no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, pela Copa do Brasil.  

Diego também é o dono do time na Gávea, mas jogou menos do que seu velho parceiro e, principalmente pelo posicionamento em campo, tem menos gols que o Rei das Pedaladas: são três em 13 partidas. Além de ter chegado ao Flamengo apenas em agosto, o meia tem como "desvantagem" o fato de ter passado 12 anos ininterruptos na Europa, o que dá a ele o crédito de readaptação ao futebol brasileiro.

Mas apesar da distância e da rivalidade momentânea, o clima é de alegria nos momentos que antecedem o reencontro no gramado. Diego, por exemplo, brincou ao pensar em como será ter de marcar o amigo.

- É melhor ele ficar longe. Evitar o contato vai ser bom para mim e para ele. Para mim porque ele é liso e habilidoso pra caramba, e para ele porque eu já rasguei a camisa dele uma vez quando joguei contra ele estava no Real Madrid. Se tiver que fazer isso de novo eu vou ser obrigado porque ali dentro nós queremos vencer. Brincadeiras à parte, vai ser uma honra enfrentá-lo novamente. É sempre um prazer reencontrá-lo - disse o camisa 35 do Flamengo.

Robinho dá a Diego tratamento de irmão, mas o carinho fica fora das quatro linhas. Ele deseja desempatar o confronto com o meia: o "Pedalada" venceu uma pelo Real, e seu grande amigo triunfou noutra, pelo Atletico de Madrid.

- Feliz de poder jogar contra um amigo meu. É um irmão que eu tenho. Dentro de campo cada um vai defender as cores do seu time. Espero que depois do duelo eu possa estar mais feliz, mas cada um vai dar o seu melhor. Está 1 a 1. Ele ganhou o Milan x Atlético de Madrid, eu ganhei o Real Madrid x Werder. Cada uma vai defender as cores do seu time. Espero que ele possa continuar jogando bem, menos contra o Galo

Atlético-MG x Flamengo

Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Data e horário: sábado, 16h30 (horário de Brasília)

Escalação provável do Atlético-MG:
Victor, Carlos César, Erazo, Gabriel e Fábio Santos; Leandro Donizete, Júnior Urso, Otero e Cazares (Clayton); Robinho, Clayton e Fred. Técnico: Marcelo Oliveira.
Desfalques: Marcos Rocha, Leonardo Silva, Rafael Carioca, Maicosuel, Dátolo e Carlos.
Pendurados: Carlos, Clayton, Fábio Santos, Fred, Gabriel, Otero, Robinho e Victor.

Escalação provável do Flamengo:
Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Gabriel, Fernandinho e Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.
Desfalques: Everton e Ederson.
Pendurados: Alan Patrick, Diego, Ederson, Emerson, Everton, Léo Duarte, Mancuello, Marcelo Cirino, Rafael Vaz e Réver.

Arbitragem:
Braulio da Silva Machado (SC), auxiliado por Neusa Ines Back (Fifa/SC) e Alex dos Santos (SC).
Transmissão: TV Globo (para todo o Brasil, menos SP, MG, PR, Chapecó-SC e Joaçaba-SC), com Luis Roberto, Junior e Leonardo Gaciba. Premiere 1 e PFCI, com Jader Rocha e Lédio Carmona, e Tempo Real do GloboEsporte.com.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top