GuidePedia


Foi em vão a tentativa do Flamengo de jogar com sua torcida na decisão do Campeonato Estadual de basquete diante do Vasco. Menos de 24 horas depois de ser punido com dois jogos com os portões fechados pela briga de torcidas em confronto diante do próprio Cruz-Maltino, o Rubro-Negro entrou com pedido de efeito suspensivo no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) e não obteve sucesso. Portanto, o primeiro encontro entre os rivais está marcado para a próxima segunda-feira, às 21h, no Ginásio Helio Maurício, na Gávea, sem torcida.

O Flamengo informou que o departamento jurídico do clube vai entrar com novo pedido de efeito suspensivo para tentar, mais uma vez, reverter a decisão do tribunal. Além da punição, o time da Gávea ainda teve aplicada uma multa de R$ 10 mil que no pedido de efeito suspensivo foi cancelada até o julgamento final.

O segundo mando é do Vasco, com presença de público. Caso seja necessário uma terceira partida, o Flamengo também jogaria com os portões fechados. Por conta da situação, o clube ameaça não jogar.

No jogo do primeiro turno do estadual, duas organizadas do Flamengo entraram em confronto no Ginásio do Tijuca, e a partida do dia 3 de outubro chegou a ser paralisada. O Cruz-Maltino venceu por 82 a 77.

Alexandre Póvoa, vice-presidente de esportes olímpicos do Flamengo, afirmou logo após a vitória sobre o Botafogo na semifinal e, consequentemente, a classificação da equipe para a decisão, que o clube da Gávea não "entraria nesse circo". Afirmou que o Flamengo não jogaria a final contra o Vasco caso fosse punido com a perda de mando de quadra ou caso fosse obrigado a jogar com os portões fechados. No entanto, o dirigente voltou atrás e confirmou que a equipe disputará o título.



Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top