GuidePedia


Com a arbitragem no Brasil novamente em xeque, ainda mais com a suspeita de uso de interferência externa no Fla-Flu da 30ª rodada do Brasileirão, voltou ao centro de debate a possibilidade do uso de árbitro de vídeo para auxiliar a equipe que comanda o jogo no gramado. Segundo Sérgio Corrêa, que coordena o projeto da CBF para uso da tecnologia no futebol, a novidade deve começar a ser colocada em prática no segundo semestre do ano que vem.

- Agosto de 2017 (para início do uso de árbitro de vídeo). Estamos há um ano trabalhando nesse projeto e agora mais forte, porque conseguimos separar os temas que estávamos lidando. Estamos na fase de orçamento, já testamos duas vezes, em parceria com a Federação Carioca, nas finais do campeonato, e já participamos de dois workshops (Holanda e Nova York) e vamos para o terceiro agora em Zurique - disse Sérgio Corrêa. 

O ex-chefe da comissão de arbitragem da CBF também detalhou quais são as situações em que poderá ser usado o árbitro de vídeo em uma partida de futebol. Sérgio Corrêa, entretanto, informou que a decisão final será sempre tomada pelo árbitro central do jogo.

- São quatro situações que a Fifa tem nos colocado: lance de área que o árbitro marca fora ou dentro, bola que bate na trave e no chão, se entrou ou não, gol de impedimento originado de fora de jogo, bola na mão que o árbitro interpretou como pênalti e não é, ou uma expulsão indevida. Então, todas essas situações, desde que claras, o árbitro de vídeo poderá passar a informação ao central e esse irá decidir  - afirmou.

Atual presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho informou que a entidade irá emitir uma circular para os árbitros, visando diminuir as polêmicas que têm marcado as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.

- Estamos fazendo uma circular de reorientação aos árbitros, daqueles que a gente vai pré-selecionar para essa reta final do campeonato, para que observem algumas coisas do início da competição e que estão deixando de lado - concluiu Marinho.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top