GuidePedia


O gol anulado do Fluminense no clássico com o Flamengo segue gerando polêmica. Se as várias decisões do trio de arbitragem fizeram a partida parar por 13 minutos, nesta sexta-feira foi a vez de o volante Rafael Carioca, do Atlético-MG, se queixar do lance. Embora Henrique realmente estivesse em impedimento, o gol chegou a ser validado por Sandro Meira Ricci. Em seguida, o juiz voltou atrás, passando a imprensa de interferência externa na decisão.

Com o gol anulado, o Flamengo manteve os quatro pontos de vantagem sobre o Atlético. Algo que para o volante atleticano interfere bastante na sequência do Campeonato Brasileiro. E o jogador da seleção brasileira foi além. Rafael Carioca deixou claro a insatisfação com as decisões de arbitragem de acordo com determinados clubes.

"Influencia muito, porque o empate ontem diminuiria muito a nossa distancia para o Flamengo. A gente sabe como funciona o futebol brasileiro, mas nós não podemos falar muito, porque tudo gera punição. A gente sabe como funciona, mas temos que passar por cima. É difícil, uma coisa que é proibida e ontem fizeram. Temos que fazer nosso trabalho, independente da arbitragem", disse o volante do Atlético, que fez questão de criticar a qualidade dos árbitros no Brasil.

"Para uns, alguns critérios, para outros não. É difícil. Se tratando de Campeonato Brasileiro, perto do fim, equipes brigando pelo título, uma vai ser prejudicada. Foi a gente, pelo fato de o juiz ter marcado, depois ter voltado atrás. Não estou colocando em xeque o campeonato. Estou falando da qualidade da arbitragem. Isso tem que ser discutido antes do campeonato começar, porque isso te deixa em dúvida. Mas vamos procurar fazer nosso trabalho, nada para o Atlético é fácil. Todos nós acreditamos muito no título".

Essa não é a primeira vez que Rafael Carioca dá uma declaração polêmica envolvendo arbitragem. No ano passado, quando o Atlético disputada o título nacional com o Corinthians, o volante se queixou bastante após uma derrota para a Chapecoense, numa partida que o Atlético foi bastante prejudicado.

"O que fizeram aqui com a gente foi "furto". O Atlético-MG demonstrou que é muito forte, a gente jogou super bem, eu particularmente achei que com um a menos conseguimos impor nosso ritmo. Uma mão ali que o juiz não deu e mais uma vez fomos prejudicados, e assim continua a arbitragem", disse Carioca em agosto do ano passado, na saída do campo.

A declaração, inclusive, fez com que Rafael Carioca fosse julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. O volante e outros jogadores do Atlético, Marcos Rocha e Josué, além do diretor de futebol do clube, Eduardo Maluf, foram julgados e absolvidos pelo STJD por causa das declarações dadas após a derrota para a Chapecoense, pela 19ª rodada do Brasileirão de 2015.

Fonte: Uol

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top