GuidePedia


Revelado pelo Flamengo, o capixaba Sávio brilhou com a camisa rubro-negra. Agora, outro capixaba também começa a trilhar os passos do 'Anjo Loiro' da Gávea. Daniel dos Anjos, natural de Boa Esperança, interior do Espírito Santo, tem 20 anos, chegou em 2016 ao clube carioca e já vem conquistando seu espaço na equipe sub-20.

O atacante começou a jogar na escolinha de futebol do Boa Esperança. Logo depois ele foi para outra escolinha, desta vez em Nova Venécia, também no Espírito Santo. Mas foi no Figueirense, de Santa Catarina, que o jogador teve seu primeiro contato com a base de um time de futebol. Foram três anos e nove meses no time catarinense e somente uma partida entre os profissionais, o jogo de ida da final do Catarinense 2015, contra o Joinville quando entrou no segundo tempo, antes de chegar ao Flamengo.

Desde que chegou ao Rio de Janeiro, Daniel vem vivendo boa fase. O atacante era o artilheiro do time no Torneio OPG, com quatro gols marcados, mas agora volta suas atenções para a Copa do Brasil sub-20. O jogador conta como é esse bom momento que vem vivendo na carreira.

- O momento é o que todo jogador espera, de estar sempre bem, jogando. Desde que eu cheguei aqui, há quatro meses, não tive uma sequência boa de jogos e graças a Deus agora estou podendo ter essa sequência para estar mostrando o meu trabalho. A estrutura aqui é muito boa, porque ao mesmo tempo que você joga em um time grande, 
com visibilidade alta, eles te dão liberdade para mostrar o seu futebol, você pode jogar mais tranquilo. Temos dois grupos, um que joga o Torneio OPG e um que joga a Copa do Brasil sub-20, eu jogo a Copa do Brasil, mas antes disso eu joguei quatro jogos no OPG e marquei quatro gols, estava sendo o artilheiro - disse Daniel.

Foco no futuro
Daniel tem contrato com o clube até 2018. O jogador ainda tem bastante tempo para mostrar o seu valor. E o reconhecimento já começa a aparecer. Ele já realizou alguns treinos com a equipe principal, que está na disputa do título do Brasileirão. Além dessa experiência, o atacante conta como é a rotina de treinos.

- Já completei treino com os profissionais, já treinei várias vezes com eles, já fizemos coletivos contra eles. O treino dos juniores acompanha o treino do time profissional. Se o profissional treina a tarde, o juniores treinam a tarde também. Os nossos treinos acontecem sempre do lado deles, no campo um ou no campo dois. Aqui a gente treina bem próximo dos profissionais e tem um contato bacana. A gente assiste alguns treinos, aprende com os caras. Então a maneira de trabalho aqui é bem legal - explicou o jogador.

Se já fez alguns treinos com o profissional, Daniel também pensa em ser incorporado definitivamente ao elenco principal. O atacante, que tem contrato profissional mas treina com o sub-20 por ainda ter idade, diz que essa transição para o time de cima é opção da comissão técnica do clube e também dele manter a boa sequência que vem vivendo com o Flamengo.

- Isso quem decide é a comissão técnica. Eu tenho contrato profissional, mas também tenho idade pra jogar nos juniores. Por isso eu venho jogando nos juniores. A minha transação para o profissional depende muito do meu momento, se eu tiver em um momento bom e, também, se o time profissional precisar, claro. Isso conta muito, você jogar, ter uma sequência boa de jogos na base pra logo, logo você ter uma oportunidade entre os profissionais - finalizou o atacante.

Daniel volta a campo com o time sub-20 do Flamengo para a partida de volta da primeira fase da Copa do Brasil da categoria, contra a Ponte Preta. A partida acontece na próxima quarta-feira, às 15h, no Estádio da Gávea, no Rio de Janeiro. Na ida, em Campinas, as equipes empataram sem gols. Quem vencer avança para as quartas de final. Em caso de novo 0 a 0 a decisão da vaga vai para os pênaltis, caso o empate seja com gols, a Macaca passa de fase no critério de gols marcados fora de casa.


Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top