GuidePedia


A Polícia Civil do Rio de Janeiro divulgou nota na manhã desta segunda-feira para se manifestar quanto às prisões após o duelo entre Corinthians e Flamengo neste sábado. Segundo ela, 42 torcedores alvinegros ficaram detidos.
Segundo nota, 64 pessoas foram levadas à delegacia na noite deste domingo - e 22 delas, portanto, acabaram liberadas.
Dos presos, 11 acabaram autuados com uma prática criminosa mais grave: promover tumulto em eventos esportivos. A pena máxima é de dois anos de prisão.
A nota, porém, nada fala sobre a ação feita para prender esses torcedores. Depois do duelo, todos os homens corintianos foram segurados no estádio por 2h30 e obrigados a tirarem as camisas para a identificar os brigões.
"De acordo com informações da Central de Garantias (CG-Norte), no final da noite deste domingo, dia 23 de outubro, policiais militares conduziram, ao total, 64 pessoas à unidade, após um tumulto ocorrido no Maracanã, por ocasião de um jogo de futebol. O Delegado plantonista apreciou a ocorrência e, com base nas provas reunidas, autuou em flagrante 31 pessoas pelos crimes de lesão corporal, dano qualificado, resistência qualificada, promover tumulto em eventos esportivos e associação criminosa. Tais pessoas serão apresentadas à Justiça para audiência de custódia. Onze pessoas foram autuadas pelo crime de promover tumulto em eventos esportivos, cuja pena máxima é de dois anos e, por isso, lavrado termo circunstanciado de ocorrência. E os demais conduzidos, após consulta em sistema policial, foram liberados"
Fonte: ESPN
Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top