GuidePedia


A briga entre Palmeiras e Flamengo pela liderança do Brasileiro não deve tomar conta dos noticiários nesta sexta-feira. Muito menos os erros defensivos do Fluminense, derrotado por 2 a 1 no Fla-Flu de quinta-feira. O que marcou o clássico em Volta Redonda foi o gol tricolor anulado aos 39 minutos do segundo tempo. O Flu reclama que o árbitro tomou tal decisão após interferência externa e promete tentar anular a partida. Não é a primeira vez que o assunto aparece no futebol brasileiro. O GloboEsporte.com listou outros casos em que houve suspeita de informações terem chegado de fora para o trio de arbitragem.

2012 - Internacional x Palmeiras

Olha lá o Henrique de novo, em 2012. Porém, desta vez ele não foi o pivô da confusão quando defendia o Palmeiras. Barcos marcou com a mão contra o Inter. O árbitro Francisco Carlos Nascimento deu o gol e depois voltou atrás. O STJD chegou a suspender os pontos do jogo, que teve triunfo colorado por 2 a 1

2015 - Chapecoense x Fluminense

O Fluminense reclamou de uma possível interferência externa no Brasileiro do ano passado. Marcos Júnior marcou contra a Chapecoense, os jogadores comemoraram e, quando estavam voltando para a partida ser reiniciada, o árbitro Raphael Claus anulou o gol alegando toque no braço. Muita chiadeira do lado tricolor, derrotado por 2 a 1.

2015 - Chapecoense x Palmeiras

Aos 15 minutos do primeiro tempo, Egídio fez desarme na bola em William Barbio, mas o árbitro Jailson Macedo Freitas viu falta e acabou expulsando o defensor alviverde. Minutos depois, o quarto árbitro chamou o trio para conversar e avisou que eles haviam cometido um erro - o palmeirense não havia cometido falta. Para desespero do torcedor catarinense presente no estádio, o juiz baiano voltou atrás. Só que Egídio já estava no vestiário. Foi preciso chamar o atleta para retornar a campo.

Fonte: Lance

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top