GuidePedia


Em tempos eleitorais, é possível argumentar que a distância de três pontos entre Flamengo e Palmeiras se encontra no limite da margem de erro. Para o clube rubro-negro, portanto, qualquer deslize neste domingo, às 17h, no Pacaembu, contra o Santa Cruz, penúltimo colocado no Brasileiro, pode representar a substituição do empate técnico por uma vice-liderança isolada na reta final do segundo turno — posição que, ao menos no universo político, não seria exatamente comemorada.

No mesmo horário, o líder Palmeiras, com 57 pontos, encara o lanterna América-MG, dono do mando de campo, que decidiu levar o jogo para Londrina, onde a expectativa é de maioria palmeirense nas arquibancadas. Já o Flamengo, embora jogue em São Paulo, também deve se sentir em casa no Pacaembu, onde fez dois jogos neste ano — empate com o Fluminense e vitória sobre o Figueirense —, com média de 30 mil torcedores. Até a manhã de ontem, haviam sido vendidos 16.500 ingressos para a partida.

Quando o assunto é fazer o dever de casa, Flamengo e Palmeiras mantêm um equilíbrio similar ao exibido na disputa pelo topo do Campeonato Brasileiro. O desempenho de ambos contra times que ocupam atualmente a metade de baixo da tabela é parelho: os rubro-negros têm 75% em um total de 16 jogos até aqui, contra 74,3% em 13 jogos para o clube paulista. Na última rodada, o Palmeiras bateu justamente o Santa Cruz, adversário de hoje do Fla, por 3 a 2, em partida tensa no Arruda. A equipe carioca, por sua vez, patinou contra o então 14º colocado São Paulo, no Morumbi, e não passou de um empate sem gols.

— A competição é desgastante e difícil. Fazer qualquer tipo de prognóstico antes da partida começar é difícil. O Santa Cruz fez um jogo de igual para igual contra o Palmeiras. Tem jogadores experientes, Grafite voltou a fazer gols. Mas temos uma tabela que não nos permite relaxar. Temos que encarar todos os jogos como uma verdadeira final — pediu o técnico Zé Ricardo na sexta-feira.

BOAS RECORDAÇÕES
Apesar dos cuidados de Zé Ricardo, que não divulgou a escalação para o jogo deste domingo, o Santa Cruz traz boas recordações ao Flamengo neste Brasileiro. Foi após uma vitória por 1 a 0 sobre o time pernambucano no Arruda, com gol de William Arão, em partida válida pelo primeiro turno, que o clube rubro-negro deu mostras de fôlego na luta pelo topo da tabela, à época voltada para o G-4.

Naquela ocasião, foi a terceira vitória seguida do Flamengo fora de casa, que vinha de duas derrotas em jogos com mando de campo próprio. No Brasileiro, a última derrota do clube rubro-negro aconteceu justamente em sua visita seguinte a Pernambuco, em 13 de agosto, quando perdeu para o Sport por 1 a 0.

Neste sábado, o elenco rubro-negro fez treino tático no CT do Ninho do Urubu antes de viajar para São Paulo. A principal dúvida está no ataque: com desgaste físico, Éverton pode dar lugar a Fernandinho. O meia-atacante foi peça importante nos últimos jogos do Flamengo contra times que estão na zona de rebaixamento: saindo do banco de reservas, ele incendiou o time e contribuiu nas vitórias sobre Cruzeiro (2x1) e Figueirense (2x0).

FICHA DO JOGO

Flamengo: Paulo Victor, Pará, Réver, Rafael Vaz e Chiquinho; Márcio Araújo, Willian Arão e Diego; Gabriel, Éverton (Fernandinho) e Felipe Vizeu.
Santa Cruz: Edson Kolln, Léo Moura, Wellington, Luan Peres e Allan Vieira; Uillian Correia, Jadson e João Paulo; Arthur, Keno e Grafite.
Juiz: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Local: Pacaembu
Horário: 17h
Transmissão: Rede Globo, Premiere, rádios Globo e CBN

Fonte: O globo

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top