GuidePedia


O Flamengo não terá a presença dos seus torcedores na decisão do Campeonato Estadual de basquete diante do Vasco e se cumprir o que disse na quarta-feira, não deve entrar em quadra para o confronto. Em julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ), o rubro-negro foi punido com dois jogos com portões fechados por conta da briga entre seus torcedores no duelo válido pelo turno da competição, no dia 3 de outubro. O julgamento acabou em 3 a 2 e cabe recurso. Na ocasião que rendeu a punição, duas organizadas do Flamengo entraram em confronto no ginásio do Tijuca e a partida chegou a ser paralisada. O Cruz-Maltino venceu. Se mudar de ideia e entrar em quadra, como fez melhor campanha na primeira fase o time da Gávea tem o mando de quadra no primeiro jogo da final, dia 24, e no terceiro, no dia 28, caso seja necessário.

Na segunda-feira, Alexandre Póvoa, vice-presidente de esportes olímpicos do Flamengo, afirmou que o clube não "entraria nesse circo". Ele disse que a equipe não jogaria a final contra o Vasco caso fosse punido com a perda de mando de quadra ou caso fosse obrigado a jogar com os portões fechados. Além da primeira punição, o time da Gávea ainda teve aplicada uma multa de R$ 10 mil. Em contato com o GloboEsporte.com, a assessoria de imprensa do clube afirmou que o Flamengo não irá se posicionar nesta quinta-feira e emitirá uma nota oficial na sexta-feira. 

A Federação de basquete do Rio de Janeiro ainda não definiu o local do primeiro jogo da decisão, marcada para o próximo dia 24, segunda-feira, às 21h. Durante o julgamento no TJD-RJ, chegou a ser pedida a proibição de materiais das torcidas organizadas por um ano. A federação carioca tenta a liberação do Maracanãzinho junto ao Comitê Organizador da Olimpíada do Rio de Janeiro, que gerencia o ginásio até o dia 30 de outubro.

Fonte: GE

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top