GuidePedia


O planejamento do Flamengo para a montagem do elenco com vistas à temporada de 2017, durante a qual já conta com a participação na Libertadores da América - cuja classificação está muito bem encaminhada -, é feito com antecedência e passa por conversas que analisam e envolvem contratações e ajustes. Um dos nomes envolvidos é o do goleiro Gatito Fernández, do Figueirense.

Fontes distintas informam que o paraguaio já foi pauta de reunião entre representantes do clube e atleta. Uma diz que o goleiro fora oferecido ao Flamengo pelo agente Régis Marques; a outra garante que a sondagem partiu da diretoria rubro-negra. A questão é que o nome de Gatito é estudado na Gávea como eventual substituto de Paulo Victor, que internamente manifestou contrariedade com a condição de reserva de Alex Muralha, e que, a seguir assim, prefere trocar de ares no ano que vem.

A intenção do Flamengo é manter o elenco forte, com pelo menos dois jogadores de bom ou alto nível por posição. E no gol, atenta para as possíveis convocações de Muralha, que serviu a seleção brasileira nas duas últimas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo na Rússia.

Roberto Júnior Fernández Torres, o Gatito, é filho de Gato Fernández, paraguaio  que brilhou no futebol brasileiro defendendo Internacional e Palmeiras. Gatito tem 28 anos e iniciou a carreira no Cerro Porteño, do Paraguai. No Brasil, destacou-se no Vitória e foi contratado pelo Figueirense, este ano, justamente para substituir Muralha, negociado ao Flamengo.

Em caso de acerto entre as partes, Gatito logo trará à lembrança um goleiro paraguaio que entrou para o panteão dos ídolos rubro-negros: Sinforiano Garcia, um dos símbolos da conquista do tricampeonato estadual de 1955, e que envergou a camisa do Flamengo por 261 jogos.  

Fonte: Blog Ponta de Lança

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top