GuidePedia


Quase 50 mil ingressos vendidos pela internet, filas nas bilheterias físicas do Maracanã e... mais sócios torcedores. O retorno do Flamengo ao Maracanã fez as adesões ao programa de associação rubro-negro dispararem 22% em outubro em relação a setembro. Foram mais de 12.500 novas associações em 20 dias, conforme os dados do Movimento Por Um Futebol Melhor. Mais um sinal de que, no futebol brasileiro, dois fatores são preponderantes para ter mais sócios: estádio fixo, próximo da torcida, e futebol em alta.

O mesmo fenômeno já havia acontecido em 2013. O Maracanã voltou a ser utilizado pelos clubes do Rio de Janeiro a partir de julho daquele ano, após a concessão à Fifa para a Copa das Confederações. Em julho de 2013 o sócio torcedor rubro-negro cresceu 26% na comparação com o mês anterior. Houve novo pico de adesões em novembro daquele ano, de 47% ante o mês de outubro, motivado pela participação na decisão, vencida pelo Flamengo, da Copa do Brasil.

O sócio torcedor se tornou em fonte relevante de receita para o Flamengo justamente a partir de 2013. Na temporada de 2015 gerou quase R$ 30 milhões, uma cifra que depende do retorno ao Maracanã para voltar a crescer. Conforme o torcedor repara que precisa se associar ao clube para chegar às arquibancadas nas partidas mais importantes e escapar das filas nas bilheterias físicas do Maracanã, a quantidade de adesões dispara. O faturamento do clube vai junto.

No momento(21/10 às 16 horas) o clube conta com 59.553 associados.

Fonte: Epoca EC

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top