GuidePedia

O jornalista Rodrigo Capelo, da Revista Época, fez um levantamento a respeito dos sócios-torcedores e apontou para um dado importante: apenas um décimo do total dos programas dos 12 clubes mais populares do país é de mulheres. O clube com maior participação feminina entre seus sócios é o Internacional, com 22%, seguido pelo Corinthians, com 19%. O Flamengo, clube de maior torcida do país, é o que tem o menor percentual, com 7%.

- É muito pouco. As mulheres hoje são maioria no país, têm um salário que é inferior ao do homem, mas tem diminuído a diferença. Elas têm tido filhos mais tarde, o que quer dizer que podem gastar o dinheiro com elas por mais tempo. A mulher é um consumidor em potencial muito grande, e todas as empresas de outros mercados já sacaram isso. Elas têm estratégias justamente para trazer as mulheres para perto. O futebol ainda não. A gente vê pelos percentuais que um décimo dos sócios-torcedores são mulheres, é muito pouco - afirmou Rodrigo Capelo no Redação SporTV.

Em relação aos números dos programas do ano passado, o clube que mais cresceu percentualmente com a participação feminina foi o Atlético-MG, com 3%. Do outro lado, o Grêmio foi o clube que mais perdeu na presença das mulheres no seu sócio-torcedor, com menos 10% em relação a 2015.

Confira a lista dos clubes e a participação das mulheres nos programas de sócio:



Fonte: GE 

Curta nossa página no Facebook:http://migre.me/tbpub
Siga-nos no Twitter:http://migre.me/tbpub


 
Top